Governo quer conclusão de novas rotatórias em até três meses

ENTREVISTA | O VALE EM PAUTA

Governo quer conclusão de novas rotatórias em até três meses

Obra visa dar maior fluidez ao trânsito, sendo a via considerada uma das mais movimentadas da cidade

Por

Governo quer conclusão de novas rotatórias em até três meses
Secretário de Obras de Lajeado, Fabiano Bergmann. (Foto: Pedro Rodrigues)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O secretário de obras de Lajeado, Fabiano Bergmann, esteve presente no programa O Vale em Pauta, da Rádio a Hora 102.9, nesta quarta-feira, 17, para falar sobre as obras que estão sendo executadas, além de outras previstas na cidade.

Fabiano cita que pediu urgência na obra do trecho entre o bairro Florestal e Montanha, para empresa ganhadora da licitação, a Construtora Giovanella, em razão do local ser uma das vias mais movimentadas da cidade, sendo necessária que a finalização da atividade ocorra entre até três meses.

A obra tem como objetivo a construção de novas rotatórias, a ampliação das laterais e a remoção das sinaleiras, fazendo com que o trânsito flua de maneira mais ativa. Para isso ele pede para que pedestres e condutores redobrem o cuidado ao circular pela via.

Além do trecho Florestal e Montanha, o secretário falou sobre a abertura da licitação para edificações entre a rua José Franz até o Loteamento Ritter, que será realizado o alargamento de quatro metros de pista, dois metros de calçada e a recanalização do trecho.

De forma breve, falou-se sobre a conclusão da obra no bairro Conventos, na Rua Pedro Theobaldo Breitenbach, que teve o trecho alargado, com três pistas que funcionam perfeitamente.

O Secretário de Obras, reforça, ainda, sobre o recapeamento asfáltico que irá acontecer nas seguintes ruas que foram atingidas pelas cheias e ficaram deterioradas.

  • Rua 15 de novembro
  • Alberto Torres
  • Rua Bento Rosa
  • Rua Borges de Medeiros
  • Rua Germano Berner
  • Rua João Abott
  • Rua João Pessoa
  • Rua Carlos Von Koseritz

Acompanhe a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais