Sicredi Integração RS/MG deposita R$ 8,9 milhões a associados nesta segunda

ENTREVISTA | FRENTE E VERSO

Sicredi Integração RS/MG deposita R$ 8,9 milhões a associados nesta segunda

Mais de 83 mil cooperados podem conferir valores no aplicativo ou se dirigir a uma agência e solicitar extrato. Presidente Adilson Metz projeta duplicar número de cooperados em cinco anos

Por

Atualizado segunda-feira,
11 de Dezembro de 2023 às 16:15

Sicredi Integração RS/MG deposita R$ 8,9 milhões a associados nesta segunda
Adilson Metz, presidente da Sicredi Integração RS/MG (Foto: Rodrigo Gallas)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Cooperativa Sicredi Integração RS/MG libera nesta segunda-feira, 11, o juro sobre o capital social dos associados. Conforme a lei, a cooperativa pode remunerar o capital social em até 100% da Selic dos últimos 12 meses.

“Optamos em fazer o pagamento integral dessa variação de 13,52% sobre o capital dos nossos associados. Estamos creditando R$ 8,9 milhões de juros ao capital”, detalha o presidente da Sicredi Integração RS/MG, Adilson Metz.

Conforme o gestor, o capital social é um patrimônio do associado. Ao se associar na cooperativa, disponibiliza um valor que é a sua participação e, como sendo um patrimônio dele, é remunerado para não perder o seu valor e vai crescendo conforme distribuição de sobras, novos aportes, dentre outros.

O associado pode conferir os valores por meio do aplicativo ou se dirigir até uma agência e solicitar extrato bancário.

Expansão

A Sicredi Integração RS/MG conta com 30 agências espalhadas pelo Rio Grande Sul e Minas Gerais. Em processo de expansão, durante entrevista ao programa O Vale em Pauta desta segunda-feira, 11, o presidente, Adilson Metz fala sobre os projetos da cooperativa para os próximos anos.

Segundo Metz, os resultados de 2023 devem chegar aos R$ 100 milhões, pela primeira vez na história e diz que esse resultado será possível alcançar devido ao crescimento dos negócios e projeta investimentos para os próximos cinco anos.

“Com mais de 83 mil associados, projetamos para os próximos cinco anos dobrar de tamanho, em associados e negócios. Administramos R$ 5,3 bilhões em ativos e estamos projetando R$ 13,3 bilhões em 2028”, pontua.

Projetos

Com mais de 430 colaboradores no Rio Grande do Sul e 130 em Minas Gerais, em 2024, a cooperativa segue com projetos de reformas e inaugurações, incluindo a conclusão da reforma da sede administrativa de Lajeado, no bairro São Cristóvão, um espaço para mais colaboradores.

Além disso, Montes Claros, em Minas Gerais, inauguração das duas primeiras agências na cidade. Em Ouro Preto, a segunda agência em abril do próximo ano. No Sul, em outubro, a inauguração da nova agência em Santa Clara do Sul, num ponto estratégico da cidade. Em Marques de Souza, reforma da agência em comemoração aos 30 anos.

Em 2025, mais agências em Montes Claros e inauguração do centro administrativo em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais com cerca de 3 mil metros quadrados.

Em 2026, ano em que a cooperativa completará 120 anos de fundação, mais projetos devem ser lançados. “O cooperativismo de crédito no Brasil vai crescer muito, não em número de cooperativas, mas volume de negócios. Projetamos crescimento de 20% anualmente pelos próximos 5 anos”, revela Metz.

O próximo ano, de acordo com Metz, será de muito trabalho e crescimento. “Creio que 2024 será melhor. Vamos trabalhar muito, ser inovadores e criativos, continuar crescendo através do trabalho e superar cada dificuldade.”

Assista a entrevista na íntegra

 

Acompanhe
nossas
redes sociais