Pacto finaliza Dia da Paz com palestra sobre felicidade

LAJEADO

Pacto finaliza Dia da Paz com palestra sobre felicidade

Idealizador do Congresso da Felicidade, Gustavo Arns foi responsável pelo painel. Autoridades, facilitadores e membros do projeto, e comunidade civil participaram do encerramento

Por

Pacto finaliza Dia da Paz com palestra sobre felicidade
Idealizador do Congresso da Felicidade, Gustavo Arns, foi o responsável por finalizar as programações do Dia da Paz. (Foto: Ana Lorenzini)
Lajeado

“Segurança pública tem tudo haver com a felicidade de uma comunidade”. Idealizador do Congresso Internacional da Felicidade, Gustavo Arns foi o responsável por fechar a programação do Dia da Paz. Momento organizado pelo Pacto Lajeado Pela Paz contou, ainda, com um painel sobre as atividades realizadas ao longo dos quatro anos de atuação no município.

O evento ocorreu na manhã desta terça-feira, 5, no Auditório da Sicredi Integração RS/MG. Na ocasião, autoridades, facilitadores e membros do projeto e comunidade civil prestigiaram a fala de Arns com o tema “Ciência da Felicidade e a Relação com a Paz”.

Segundo o palestrante, é uma honra acompanhar a caminhada da iniciativa e, agora, falar na celebração dos seus quatro anos. “Conheci o Pacto antes do seu lançamento. A Tânia Fröhlich Rodrigues conhecia meu trabalho e entrou em contato. Participei de encontros on-line no início e também de momentos com voluntários durante o período de enchentes”.

Resultados da iniciativa

Em atuação no município desde 2019, o projeto teve um espaço de apresentação de dados sobre as atividades realizadas durante o ano. O painel “Quatro Anos do Pacto Lajeado pela Paz: Conquistas, Desafios e Perspectivas para uma Cultura de Paz na Cidade e Região” foi realizado pelos coordenadores dos eixos da Aplicação da Lei, Paulo Roberto Locatelli Gandin, e da Prevenção da Violência, Tânia Fröhlich Rodrigues.

Até o momento, são mais de 900 facilitadores formados e cerca de 20 mil pessoas impactadas com a iniciativa. Na cidade, reduções de 78% de roubo a pedestres, 82% de furtos de veículos e 21% de crimes sexuais contra menores receberam destaque.

Entrevista

GUSTAVO ARNS • Idealizador do Congresso Internacional da Felicidade

“Me sinto parte desse movimento maravilhoso de Lajeado”

A Hora: O que é a ciência da felicidade?

Gustavo Arns: É um campo multidisciplinar composto pela psicologia positiva, neurociência e ciência das emoções. Iniciou no começo dos anos 2000 e, desde então, investiga o que é felicidade e como podemos ser mais felizes.

A Hora: Qual a conexão dela com a paz?

Arns: Existem diversas conexões com a paz nos estudos da ciência da felicidade. Uma das definições de felicidade já traz algo interessante, que é a combinação do bem-estar físico, emocional, intelectual, relacional e espiritual. Ou seja, quando se encontra o equilíbrio entre essas dimensões do meu estar, certamente, além de felicidade, estou encontrando um estado de paz.

A Hora: O Vale passou por momentos delicados nos últimos meses. Como falar de felicidade nessas ocasiões?

Arns: Estaremos sempre expostos aos desafios externos da vida, seja uma catástrofe climática, ou batalhas diárias. A verdade é que nunca foi tão importante falar sobre felicidade e desmistificar o tema. É preciso compreender nossa parcela de responsabilidade para fazermos as melhores escolhas na construção da felicidade física, emocional, intelectual e espiritual. Assim, aumentamos nossa capacidade de lidar com situações externas com mais criatividade, força e resiliência.

Acompanhe
nossas
redes sociais