Moradores de Cruzeiro do Sul reclamam da demora no abastecimento de água

APÓS UMA SEMANA

Moradores de Cruzeiro do Sul reclamam da demora no abastecimento de água

Em três bairros, reestabelecimento ocorreu sete dias depois da cheia. Companhia afirma que reservatórios e todo o sistema está abastecido

Por

Moradores de Cruzeiro do Sul reclamam da demora no abastecimento de água
Foto: Gabriel Santos
Cruzeiro do Sul
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Moradores de Cruzeiro do Sul enfrentam dificuldades com a demora no restabelecimento do abastecimento de água após a cheia que atingiu a região. Em três bairros, incluindo Passo de Estrela, Linha São Miguel, e Vila Zwirtes, relatos apontam para a falta de água mesmo sete dias após o evento climático.

Ilaine Derci Dahlen, moradora da rua Rubens Feldens, no bairro Passo de Estrela, expressa sua preocupação. “A situação se repete mais uma vez, prejudicando a comunidade que tem os imóveis sujos e não consegue fazer a limpeza”, relata a moradora de 68 anos.

Na Linha São Miguel e na Vila Zwirtes, há relatos de residências que ainda não receberam água, enquanto outras enfrentam baixa pressão na rede, dificultando a limpeza das casas e ruas. Denilson Gonçalves, morador da Linha São Miguel, destaca a urgência da situação. “Precisamos de solução urgente. O exército trouxe galões de cinco litros no sábado para o pessoal beber. O lodo nas casas está secando, tornando difícil a remoção completa.”

Serviço reestabelecido

A Corsan, em nota, assegurou que os níveis de reservação de água estão adequados e o sistema de abastecimento foi restabelecido.

A companhia orienta os consumidores a relatarem situações pontuais pelos canais de atendimento, como o app Corsan, o site corsan.com.br, ligações gratuitas pelo 0800.646.6444 e WhatsApp (51) 99704-6644, para agilizar as verificações e solucionar problemas o mais rápido possível.

Acompanhe
nossas
redes sociais