Praça da Matriz celebra arte e literatura em cinco dias de feira

LAJEADO

Praça da Matriz celebra arte e literatura em cinco dias de feira

Abertura da 17ª Feira do Livro de Lajeado ocorre nesta quarta-feira, 16, às 9h. Programação segue até domingo, com shows, oficinas e exposições

Por

Praça da Matriz celebra arte e literatura em cinco dias de feira
Feira apresenta estrutura ampliada para receber comunidade na Praça da Matriz (Foto: Bibiana Faleiro)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com programação a partir desta quarta-feira, 16, a Praça da Matriz celebra a literatura até domingo, 20, na 17ª edição da Feira do Livro de Lajeado. Entre oficinas, apresentações artísticas e horas do conto, o evento tem novidades e espera vender mais de 10 mil livros em cinco dias de atividades.

Neste ano, com o tema “Literatura é música para os olhos”, a feira terá estrutura ampliada, com um palco montado em frente à Casa de Cultura. Assim, a rua Borges de Medeiros será fechada durante o evento. Cerca de 500 cadeiras serão disponibilizadas à comunidade para assistir aos shows.

Ao redor da praça, dez livrarias do estado fazem parte da feira. Entre os expositores, está a livraria “RL”, de Porto Alegre. Participantes do evento há sete anos, Rudimar Silva e Bete Abreu esperam vender mais de R$ 6 mil em livros nos dias de feira. Além deles, Sérgio Renato Medeiros, Rose Medeiros Teixeira e Paulo Roberto Medeiros, da livraria Santa Rita, de Santa Maria, também chegaram ao município na quarta-feira para os preparativos do evento.

A Feira do Livro de Lajeado é uma parceria entre a prefeitura, Univates, Alivat, Sesc e Colégio Estadual Castelo Branco. A abertura oficial ocorre às 9h desta quarta-feira. Neste ano, o patrono é o escritor Álvaro Santi e a escritora Rosane Cardoso é a homenageada.

Foco na educação

Coordenadora de Cultura da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Talita Fracalossi destaca que, neste ano, a feira ganha uma nova proporção, possibilitando a participação de mais escolas e permitindo o acesso à cultura e educação de forma gratuita.

“Quando temos a oportunidade de unir a educação e a cultura em um mesmo evento, entendemos que estamos colaborando para o crescimento pessoal das crianças e jovens. O futuro que queremos começa na educação”, ressalta.

Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Carlos Reckziegel cita a participação das escolas, inclusive, na organização do evento. “Temos a educação vindo com muito mais força e consistência. E tudo isso faz com que a gente tenha essa expectativa de que a feira vai ser um grande sucesso”, reforça.

O secretário ainda ressalta a localização da feira, junto ao centro histórico de Lajeado, rodeado pela Casa de Cultura, Biblioteca Municipal, colégios e Rio Taquari.

Feira apresenta estrutura ampliada para receber comunidade na Praça da Matriz (Foto: Bibiana Faleiro)

Produções locais

Para a diretora do Sesc Lajeado, Betina Durayski, as 17 edições da feira significam a consolidação da iniciativa, que se tornou querida pela comunidade. Ela conta que a ideia de fazer um evento como este na cidade surgiu no início dos anos 2000.

“A gente não tinha uma feira da cidade, que fosse aberta à comunidade. A gente propôs e, na época, a administração topou. Então fizemos a primeira feira do livro infantil”, recorda.

Integrante da Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat), Ivete Kist destaca que a feira sempre movimenta a cena cultural da região de forma efetiva. Além disso, se preocupa em apresentar artistas de outras áreas e organizar debates sobre temas contemporâneos.

Ela diz que a Alivat tem objetivos alinhados com a feira e também quer contribuir para enriquecer o cenário cultural da cidade, com encontros, debates e lançamentos de livros. Por isso, neste ano, a academia organiza e apoia o lançamento de 13 livros no sábado, 19, a partir das 9h30min.

“A literatura local vive um bom momento. Mais do que nunca, há escritores publicando. Colabora com isso a presença de editoras locais, como é o caso da Editora Libélula. Também colabora haver um público leitor cada vez mais interessado”, destaca Ivete, que foi patrona da Feira do Livro do ano passado.

Grupo A Hora na praça

Durante os dias de evento, a Rádio A Hora 102.9 também tem programação especial direto da Praça da Matriz. Nesta quarta-feira, a partir das 8h10min, o programa Frente e Verso é ao vivo do espaço. Até sexta-feira, o programa Vale em Pauta também é transmitido da feira, a partir das 10h.

Na quarta e quinta, o Fora de Hora recebe os convidados na praça, às 16h. O Pratas da Casa, na noite de hoje, também é apresentado no lugar, assim como o programa Nossos Filhos, na noite de quinta-feira. No fim de semana, a programação segue com o Pra Você, no sábado, a partir das 10h.

Acompanhe
nossas
redes sociais