“A paixão por veículos antigos proporciona mais do que simples amizades”

ABRE ASPAS

“A paixão por veículos antigos proporciona mais do que simples amizades”

Adam Klein Branco, 35, teutoniense, é engenheiro mecânico. Mas seu interesse pelas peças não se reserva apenas a profissão. Adam, por influência dos familiares, se tornou um grande apreciador dos veículos antigos.

Por

“A paixão por veículos antigos proporciona mais do que simples amizades”
Crédito: Arquivo Pessoal
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Como surgiu sua paixão por carros antigos?

Meu pai e meu tio, que colecionam carros há décadas, foram as minhas duas maiores influências para que eu criasse esse gosto.

Por que esses eventos despertam tanto interesse?

Acredito que despertam tanto interesse nas pessoas por fazerem parte da história da fabricação dos automóveis.

Qual é o perfil daqueles que mais procuram carros de época? E quais os motivos para haver tamanha reverência ao passado da indústria automobilística?

Acredito que sejam as pessoas que vivenciaram e estiveram na época de lançamento desses automóveis, que hoje chamamos de antigos. Através do meu pai que passei a ter o gosto por eles. Guardo com carinho algumas lembranças de ter andado de carona com ele.

O que eventos como o Encontro de Veículos Antigos, por exemplo, proporcionam em termos de laços e amizades?

A paixão por veículos antigos proporciona mais do que simples amizades: unem pessoas que compartilham a mesma paixão. Você acaba fazendo várias amizades em questão de minutos de conversa, mas, na verdade, parece que você conhece as pessoas há anos. Se você estiver com um veículo antigo, é difícil que algum desconhecido não te cumprimente ou, pelo menos, pare para te ajudar, caso você passe por algum perrengue.

Quais experiências de vida esse envolvimento lhe trouxe?

Os veículos antigos trazem muitas experiências de vida e, até mesmo, um crescimento próprio, por você ter que lidar com várias situações diferentes. Já pude conhecer alguns lugares por causa deles. Sempre brinco com minha esposa, quando não estamos com nosso carro antigo, e digo: “como seria bacana se estivéssemos com ele aqui!”

A procura desses carros está cada vez maior nos dias de hoje porque são carros diferenciados dos tradicionais, que vemos normalmente. Eles remetem a uma geração diferente, em que todos os sistemas eram mecanizados. Hoje em dia há muita eletrônica embarcada nos carros.

Pretende participar do Encontro Nacional de Veículos Antigos, que acontece em Teutônia, neste fim de semana? Se sim, qual é o modelo do seu carro?

Sim e, inclusive, vou participar da organização do evento. Tenho um Fusca 1979. Compramos para atender à necessidade da minha esposa de andar pelo centro de Marques de Sousa.

O que te faz manter o interesse pelos veículos?

O design que eles possuem. Me interesso muito pela estética deles.

Acompanhe
nossas
redes sociais