Em três décadas de atuação, Roses Fotos eterniza histórias de vida

O MEU NEGÓCIO

Em três décadas de atuação, Roses Fotos eterniza histórias de vida

Empresa familiar sediada no bairro São Cristóvão se tornou uma das mais renomadas do ramo na região, a partir da cobertura de casamentos e outros eventos. Hoje, direciona o foco para trabalhos de estúdio

Por

Em três décadas de atuação, Roses Fotos eterniza histórias de vida
Rose, Daniela e Rodolfo: mãe e filhos narraram a trajetória do estúdio fotográfico. Crédito: Mateus Souza
Lajeado
Gustavo Adolfo 03

Amor, carinho, cuidado, afeto e empatia. Alguns dos sentimentos compartilhados pela equipe da Roses Fotos ao registrar diferentes emoções e experiências. Em mais de 30 anos de atuação, se tornou um dos estúdios de fotografia mais renomados da região. Foram milhares de histórias contadas pelas lentes neste período, como casamentos, festas e nascimentos, entre outros.

A trajetória da Roses Fotos foi narrada por quem fez e faz acontecer. Rose Allgayer Rodrigues e os filhos, Daniela e Rodolfo, estão à frente da empresa. Os três participaram de “O Meu Negócio”, programa multiplataforma do Grupo A Hora, nessa segunda-feira, 23. Além de detalharem como o estúdio surgiu, também abordaram assuntos referentes à fotografia.

ASSISTA AQUI | O Meu Negócio recebe Rose, Daniela e Rodolfo Allgayer, da Roses Fotos

Nascida em Arroio do Meio e com origens familiares em Santa Clara do Sul, Rose teve os primeiros contatos com fotografia numa das empresas mais tradicionais do ramo na região, a Foto Werner. Foram dez anos na empresa. Lembra que começou a fotografar por acaso. E foi quase uma paixão à primeira vista.

“Eu era balconista na Gráfica Cometa, quando o Werner foi lá uma dia. Gostou do meu atendimento e me convidou para trabalhar com ele, mas no balcão. Só que um dia ele teve que se ausentar da loja e eu mal sabia fotografar. Tive que fazer. No primeiro momento em que peguei uma máquina fotográfica, fiz um clique muito feio. Mas vi que era aquilo que eu queria”, recorda.

Depois de adquirir experiência e conhecimento, Rose decidiu abrir a própria empresa. À época, em sociedade com uma ex-colega. Aos poucos, ganhou a ajuda dos filhos. Daniela já está há mais de 20 anos e hoje é quem está à frente no negócio, enquanto Rodolfo foi o mais recente, embora não esteja mais tão presente no dia a dia.


ENTREVISTA – Rose Allgayer, Daniela Allgayer e Rodolfo Allgayer • proprietários da Roses Fotos

“Sempre foi um sonho nosso ter esse negócio”

Rogério Wink: Como foi o teu primeiro evento como fotógrafa?

Rose Allgayer: Foi um pouco traumático. O ex-prefeito Luis Fernando Schmidt era meu colega na época, atuava como fotógrafo. Eu ainda não era oficialmente. Só que ele foi jogar futebol num dia em que cobriria um casamento e acabou se machucando. O Werner veio até mim, com uma pasta e disse: pega e vai. Era no São Cristóvão, pertinho de onde eu morava. Fui e fiz bem direitinho. Dali em diante, segui. No sábado seguinte, estava contratada para fazer outro casamento.

Wink: Para vocês, como é esse trabalho em família?

Rodolfo Allgayer: Ele te dá muita liberdade, de, as vezes, falar o que tu pensa. De mostrar o que está sentindo. E ocorrem muito mais discussões por conta dessa liberdade. Mas é um ambiente muito mais leve. Eu comecei com 18 anos e parei agora. Foi bastante tempo. Fiz muito evento, que era algo que eu fugia no início (risos). Muito tempo filmando e depois fotografando.

Wink: Existe uma referência na área de fotografia para vocês?

Daniela Allgayer: Quando comecei na fotografia, fiz vários cursos e não tinha uma visão como agora. Destaco um curso que fiz com um pessoal de São Leopoldo. Tinham uma escola de fotografia e meu olhar de referência eram eles. E depois, na parte de eventos, foi o Everton Rosa. E assim vai indo. Varia muito conforme determinada área. O Sebastião Salgado é um baita fotógrafo. Não é o meu tipo de fotografia, mas tu olha as imagens dele e se inspira.

Wink: Como foi feita a construção da marca e por que o nome no plural?

Rose: Porque nós éramos entre duas no início, e ambas com o mesmo nome. Trabalhamos juntas com o Werner, inclusive. Sempre foi um sonho nosso de ter esse negócio. Deu certo e aí escolhemos esse nome. Casou super bem e virou uma marca.

Wink: Qual era o grande desafio no período em que as fotos eram feitas de forma analógica?

Rose: Era uma época onde os profissionais podiam ser considerados fotógrafos mesmo. No braço e no olho. Tinha que acertar ali, na hora. O clique tinha que dar certo. Era dar o foco, bater e passar o filtro.

Daniela: Eu peguei um pouco do período analógico. Numa cerimônia de casamento, fazíamos toda com apenas um filme de 35. Eventualmente acontecia de usar dois, mas era difícil. E aí calculava uma foto para a entrada da noiva, uma de cada padrinho, uma do noivo, uma na hora de colocar a aliança… As vezes sobravam três para a saída.

Wink: Como foi quando decidiram abrir a loja?

Rose: Foi uma coisa muito inesperada, de um dia para o outro. Estávamos despreparadas para assumir um negócio, mas deu muito certo. E nós tínhamos uma sacada que deu certo. Eu era muito fã do trabalho da Lisete Guerra, de Porto Alegre. Nós recebíamos as imagens dela na edição dominical da Zero Hora. Era um sucesso por lá. Usávamos sombrinhas, chapéus, aquelas fotos mais românticas. Entramos nessa linha. Alugamos um espaço pequeno e depois expandimos.

Wink: Como era feita a organização de trabalho. Tinha alguém que ajudava?

Rodolfo: Hoje, se tu faz um casamento, tem que ter uma equipe de, no mínimo, quatro pessoas. Em outros tempos, uma pessoa sozinha cobria o evento inteiro. Se pega a agenda de dez anos atrás, não tinha fim de semana. Era uma loucura.

Wink: Hoje, qual o foco do negócio?

Daniela: Estamos mudando, aos poucos, o nosso foco. Sempre fizemos eventos. Hoje, a mãe fica mais no suporte inicial e o Rodolfo não está mais tanto conosco. Então, conversamos e decidi que não teríamos mais funcionários fotógrafos. Foi uma decisão dura, de pegar somente eventos que podemos fazer. Focamos agora mais na parte de estúdio, como as fotos de 15 anos e de gestantes, por exemplo.

Acompanhe
nossas
redes sociais