Hospital recupera liberação do SUS para cirurgia vascular e dermatologia

TEUTÔNIA

Hospital recupera liberação do SUS para cirurgia vascular e dermatologia

Habilitação pelo Estado atende reivindicação de prefeitos do consórcio G7. Convênio permite até 240 consultas e procedimentos por mês

Por

Atualizado sexta-feira,
06 de Janeiro de 2023 às 22:31

Hospital recupera liberação do SUS para cirurgia vascular e dermatologia
Teutônia

O Hospital Ouro Branco foi reabilitado pelo Governo do Estado como referência em cirurgia vascular e dermatologia pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A decisão consta em portaria publicada no fim de dezembro pela secretaria estadual, após reunião com gestores municipais. A conquista do Ambulatório de Especialidades representa um acréscimo mensal de R$ 140 mil do repasse de recursos estaduais. Os valores são oriundos do Programa de Incentivos Hospitalares (Assistir).

Até então, a referência na especialidade de dermatologia era em hospitais da capital. A demanda crescente por atendimentos nesta área mobilizou prefeitos e secretários municipais para habilitar o hospital de Teutônia para os procedimentos. A articulação por meio do consórcio intermunicipal G7 buscou aproximar o atendimento médico da comunidade. A associação representa as cidades de: Teutônia, Poço das Antas, Westfália, Paverama, Colinas, Fazenda Vilanova e Imigrante.

LEIA TAMBÉM: G7 trata demandas do Hospital Ouro Branco com secretária Arita Bergmann

De acordo com a presidente do G7 e prefeita de Poço das Antas, Vânia Brackmann, a conquista é importante para todas as cidades. “Estávamos sem essa referência aqui na região e felizmente conseguimos avançar com essa demanda.” Ainda conforme Brackmann, as consultas médicas na área de dermatologia crescem a cada ano. “Somos uma região com predomínio de pessoas de pele clara. As doenças causadas pela excessiva exposição ao sol acometem a população e essa unidade de referência vai contribuir muito no atendimento.”

A conquista também é comemorada pelo prefeito de Teutônia, Celso Forneck. “A habilitação das referências é fruto da articulação entre as cidades, do G7, Amvat e o Hospital Ouro Branco. Representa incremento de recursos à casa de saúde e mais qualidade no atendimento em saúde à população.”
Forneck lembra ainda da importante articulação por meio do deputado estadual Dirceu Franciscon com a secretária estadual Arita Bergmann. A primeira reunião foi em 17 de novembro de 2022 e no mês seguinte houve a publicação da portaria sobre as duas novas referências reconhecidas ao Hospital Ouro Branco.

Acompanhe
nossas
redes sociais