Alta é reflexo de lacuna entre medidas provisórias, diz presidente do Sulpetro

COMBUSTÍVEIS

Alta é reflexo de lacuna entre medidas provisórias, diz presidente do Sulpetro

Para João Carlos Dal’Aqua, preço dos combustíveis deve baixar nos próximos dias após alta de cerca de R$ 1,00 na região

Por

Alta é reflexo de lacuna entre medidas provisórias, diz presidente do Sulpetro
Presidente da Sulpetro, João Carlos Dal'aqua (Foto: Divulgaçã)
Gustavo Adolfo 03

O presidente do Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Estado do RS (Sulpetro), João Carlos Dal’Aqua analisa o aumento dos combustíveis em entrevista ao programa A Hora Bom Dia, da Rádio A Hora 102.9. O preço ao consumidor é reflexo das incertezas sobre a tributação.

LEIA MAIS: Postos elevam preço da gasolina em quase R$ 1

Na avaliação dele, ainda que o governo tenha mantido a isenção de alíquota de impostos federais, houve uma lacuna desde a vigência de uma medida provisória e outra. A medida publicada no ano passado perdeu validade em 31 de dezembro e dependia de renovação. O anúncio por manter zerado os impostos foi feito no domingo pelo presidente recém empossado, Luiz Inácio Lula da Silva, e formalizado na segunda-feira, 3.

Ele acredita em redução de preços nos próximos dias, no entanto alerta para volume de combustível comprado com incidência de Pis/Cofins e Cide durante a virada de ano.

Ouça a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais