Caumo no governo de Leite?

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Caumo no governo de Leite?

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

A proximidade entre o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo (PP), e o governador reeleito do RS, Eduardo Leite (PSDB), chamou a atenção durante o pleito. O gestor lajeadense não seguiu orientação do diretório do próprio PP e decidiu apoiar publicamente a candidatura do jovem tucano. Já o futuro chefe do Executivo do Estado se valeu da experiência (e buscou conselhos, inclusive) do Progressista para concorrer à reeleição. E a recente aliança entre os dois agentes públicos pode ganhar ainda mais força a partir de 2024.

Na opinião de alguns estrategistas, Caumo deve pleitear um cargo no alto escalão do governo Leite após o fim do seu mandato na prefeitura de Lajeado. Afinal, o ano de 2024 será de debandada por parte de muitos secretários estaduais, que tendem a buscar a cadeira da prefeitura em suas respectivas cidades. Com isso, diversas vagas restarão em aberto. E o prefeito lajeadense pode ser agraciado com uma secretaria de Estado. Aliás, outros gestores municipais do Vale do Taquari sonham com tal possibilidade.

Crédito: Arquivo


Uma nova “Praça do Papai Noel”

O governo de Lajeado projeta melhorias e reformas na Praça João Zart Sobrinho, a popular “Praça do Papai Noel”, localizada no coração do bairro Americano. Um interessante esboço já foi apresentado a uma comissão formada por moradores, arquitetos e membros do poder público municipal. É instigante. Além da modernização de algumas estruturas do espaço, como a parte central e a quadra esportiva, a proposta inicial prevê a construção de um palco para apresentações artísticas.

Também são avaliados investimentos no piso, brinquedos, bancos, iluminação e outros detalhes. A estimativa inicial era investir cerca de R$ 90 mil no local. Mas as ideias empolgaram e as cifras devem aumentar. E diante de toda a relevância da praça para o cenário histórico e cultural da cidade, a ideia tem tudo para ser um sucesso.


É hora de despertar!

A edição do caderno Viver Cidades é um duro golpe para uma região tão próspera e pujante como de fato é o nosso Vale do Taquari. Poucos dias após a realização de uma etapa do campeonato gaúcho de canoagem, em Lajeado, e também da festa de “abertura da temporada de verão” dos proprietários de balsas, lanchas e jet-skis, a publicação divulgada na edição de ontem do Jornal A Hora ratifica uma triste realidade para os nossos mananciais. As verificações realizadas pela competente equipe do Unianálises em diversos rios e arroios da região são vexatórias. Em termos de poluição e degradação, estamos de mal a terrível. E faz tempo.

O conteúdo jornalístico com os resultados das análises foi publicado na edição de ontem. E tudo está disponível, também, nas plataformas digitais do Grupo A Hora. Hoje, o jornal publica uma reportagem mais analítica sobre o espinhoso tema.

E as nossas abordagens não param por aqui. As coletas de água em 23 pontos de rios e arroios da região continuam a pleno vapor em 2023, graças ao empenho da equipe de reportagem e ao necessário apoio dos patrocinadores. E o principal propósito é instigar os agentes públicos e a sociedade como um todo. Afinal, é hora de despertar. Não podemos mais fingir que o problema não é nosso.


TIRO CURTO

• Prefeito de Estrela, Elmar Schneider será o palestrante da reunião-almoço da Cacis, no dia 9 de dezembro, no Estrela Palace Hotel.

• Elmar Schneider também está bem cotado para ser o futuro presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat). Hoje ele não tem filiação partidária. Mas a proximidade com o MDB deve influenciar a seu favor na decisão entre os prefeitos.

• O PT do Vale do Taquari convida os correligionários para a Plenária Regional que debaterá os resultados de 2022. O encontro ocorre no dia 1º de dezembro, a partir das 18h30min, no plenário da câmara de Lajeado. Na pauta, os projetos para 2023, o engajamento e participação da juventude, e formas de fomentar a comunicação interna e externa do partido na região.

• Aliás, a vitória de Lula em âmbito nacional tende a fortalecer o partido no âmbito regional. E o primeiro movimento já urge em Arroio do Meio. Por lá, o PT estuda a possibilidade de lançar o nome de Ernani Graeff como candidato a prefeito em 2026. Morador do bairro Aimoré, com engajamento comunitário e de família tradicional na cidade, ele está bem cotado na sigla.

• Um outdoor alusivo ao saudoso Sebaldo foi instalado no trevo de acesso para a cidade de Cruzeiro do Sul, junto à ERS-130, em Lajeado. A imagem divulga o projeto “Viva Sebaldo”, que busca eternizar a obra do folclórico fotógrafo.

• A câmara de Encantado já recebeu o projeto de lei do Executivo que institui o “programa de parceria público-privada e concessões do município”. Entre as projeções da administração municipal, a privatização do complexo da Lagoa da Garibaldi e o Parque João Batista Marchese.

• Ainda em Encantado, e por meio de ação judicial, o governo municipal terá de aplicar uma lei criada e aprovada no Legislativo, e que proíbe a contratação (pela municipalidade) de pessoas condenadas pela Lei Maria da Penha.

• Fora da curva. O presidente da câmara de vereadores de Taquari, Zé Harry (PDT), se manifestou contrário às emendas parlamentares encaminhadas pelos deputados federais. Segundo ele, os recursos precisam ser acessados via poder Executivo, e por meio de políticas públicas. E ele está coberto de razão.

Acompanhe
nossas
redes sociais