Da farinha de ossos, um negócio bilionário

Top 100

Da farinha de ossos, um negócio bilionário

Empreendedor Valdir Federhen foi reconhecido como Personalidade em Empreendedorismo na premiação do Grupo A Hora

Por

Atualizado quarta-feira,
16 de Outubro de 2022 às 14:46

Da farinha de ossos, um negócio bilionário
Valdir Federhen em entrevista à Rádio A Hora (Foto: Rodrigo Gallas)
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

O conselheiro da Fasa, de Cruzeiro do Sul, Valdir Federhen foi reconhecido como Personalidade em Empreendedorismo na premiação do Grupo A Hora, a Top 100. Em entrevista ao programa Frente e Verso, da Rádio A Hora 102.9, o empresário relata como iniciou seu negócio e detalha sua história.

LEIA TAMBÉM: Prêmio TOP 100: noite de reconhecimentos

Ele conta que pretendia trabalhar por conta e já havia iniciado diversas atuações distintas. Ficou sabendo que uma indústria de Lajeado precisava de um fornecedor de farinha de ossos. Fez a primeira experiência no forno da sua mãe. “A farinha ficou preta e o forno estragou”, relembra.

Apesar de não ter acertado a produção, não desistiu. Aprendeu e construiu um negócio que foi crescendo aos poucos. Em maio deste ano, a sua empresa, o Grupo Fasa, foi adquirido por cerca de R$ 2,8 bilhões pela empresa norte-americana Darling Ingredientes Incorporation, maior produtora de ingredientes naturais sustentáveis do mundo.

A premiação das marcas e das personalidades mais lembradas ocorreu na noite da última sexta-feira, 21, no Clube Tiro e Caça (CTC). Para chegar na distinção, foram ouvidos 400 formadores de opinião, selecionados a partir de 1,2 mil indicadores.

Mais de 600 pessoas acompanharam a 2ª edição do prêmio. A iniciativa do Grupo A Hora tem o propósito de evidenciar a força da economia regional e o papel de interlocução dos líderes com diferentes espectros sociais.

Assista a entrevista na íntegra 

Acompanhe
nossas
redes sociais