Artistas começam a pintar os  silos do Porto

CULTURA

Artistas começam a pintar os silos do Porto

Pintura desenvolvida por três arroio-meenses e uma estrelense apresentará imagem voltada ao agro

Por

Artistas começam a pintar os  silos do Porto
Grupo de artistas iniciou os trabalhos na última semana. (Foto: Divulgação)
Arroio do Meio
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A uma semana de trabalho, as primeiras cores começam a dar nova vida aos silos do porto de Estrela, obra desenvolvida por quatro artistas, três arroio-meneses: Samuel Hergesell, Júlio Delazeri e Henrique Nunes Lopes. A quarta integrante do grupo é de Estrela, Luisa Born.

“Para mim, é motivo de muito orgulho participar desse projeto. A confiança da empresa no meu trabalho é gratificante e coroada neste ano que completo 15 anos desse trabalho mural. Acredito que a confiança é resultado de um trabalho bem-feito, atendendo de forma satisfatória todos os clientes”, sintetiza Hergesell, coordenador do grupo e proprietário da Graffo Arte.

O trabalho, patrocinado pela empresa Nutritec, iniciou após cinco meses de planejamento. “Foram mais de cinco reuniões para alinhar detalhes e valores”, relata Hergesell. Conforme ele, a pintura terá mais de nove mil metros quadrados e retrata em uma das faces, a voltada para Estrela, linhas abstratas com predominância da  cor vermelha, característica da empresa, e na parte voltada ao rio, uma arte única relativa ao agro.

Trabalhando três dias por semana, no momento o grupo ocupa-se com a pintura dos silos. “Primeiro foram feitos os desenhos, com o auxílio de guindastes. Agora, com balancinhos, fazemos a pintura com uma máquina airless (um equipamento similar ao lava jato) com a qual faremos toda a parte do fundo e depois spray. É uma técnica mista.” Segundo Samuel, é um desafio pintar os silos, arredondados e com 140 metros de profundidade.

O tempo de execução da obra, a princípio, será de seis meses, mas há uma série de variantes que interferem na produção: segurança, clima, material, equipamento. “Pode levar mais tempo pela complexidade do trabalho, pelo tamanho, um mural único, um dos maiores do mundo e o segundo maior do Brasil”, argumentou Hergesell, que junto com os colegas executa o trabalho. “São várias mãos. Não abandonamos nossas outras funções, atuamos dentro do tempo disponível. Cada equipe trabalhará três dias por semana.” Cada artista tem um traço particular e para garantir a harmonia da obra, o coordenador do grupo afirma que seguem um mesmo projeto. “Crio um cronograma de execução e juntos, à distância, observamos os ajustes necessários.”

Material e segurança

Serão gastos na obra 270 baldes de 18 litros para o fundo – tinta e verniz, e 503 sprays.

Quanto à segurança, a equipe está amparada por um engenheiro da área que faz os laudos e instala todos os equipamentos de segurança. Faz trocas, testes de ancoragem e de pressão para que o trabalho possa ser desenvolvido em segurança. “Eles que nos colocam lá em cima, em segurança. São 32 metros de altura, mas trabalhamos com proteção garantida”, sentencia Hergesell.

Outros dados

Proprietário da empresa Graffo Arte, Samuel Hergessell é reconhecido no Vale pelos murais. Dentre suas obras, a do muro da Florestal, em Lajeado e o seu maior trabalho, até o momento, o mural em Colinas. “De 364 metros quadrados dou um salto para mais de nove mil metros quadrados.”

Hergessell relata que o maior mural do mundo é o Etnias, de Eduardo Kobra, muralista conhecido mundialmente. Em 2017, Kobra pintou o mural da Cacau Show, ainda não reconhecido pelo Livro dos Records. “O nosso, com nove mil metros quadrados seria o maior do mundo. Cada face terá cerca de quatro mil metros quadrados, mas se fala em nove mil, pois pintaremos o lado interno e na frente, voltado ao rio, que será a arte principal.”

Será um estilo anamórfico, pois só se consegue ver a arte completa de um ponto específico, de frente do silo. “Isto também é um desafio, precisamos tirar a profundidade, ampliar para o fundo, para que o visual fique de forma correta. Como coordenador do projeto estou muito feliz de poder executar. Queremo

s entregar a melhor arte para a Nutritec, Estrela e toda a região.”

Acompanhe
nossas
redes sociais