BRF Lajeado é habilitada a exportar para Singapura

ECONOMIA

BRF Lajeado é habilitada a exportar para Singapura

Companhia aumenta vendas no mercado asiático e promove investimentos na região

Por

BRF Lajeado é habilitada a exportar para Singapura
Vale do Taquari

A maior empresa em valor adicionado de Lajeado e no número de funcionários está apta a exportar para mais um país asiático. A BRF irá comercializar miúdos de suínos para Singapura. Este movimento reforça a estratégia de aumentar a participação dos produtos da marca no mercado, onde já exporta para China, Japão, Vietnã, Coreia do Sul, Malásia e Filipinas.

A partir do frigorífico de Lajeado, também são exportados produtos de suínos e frangos para América Latina, África do Sul e Oriente Médio. Com produtores integrados em várias cidades do Vale do Taquari, a companhia emprega mais de 3 mil trabalhadores na planta local. A unidade responde por cerca de 20% do Valor Adicionado Fiscal (VAF) do município.

Além da habilitação da unidade de Lajeado, a BRF também obteve aval nos frigoríficos de Uberlândia (MG), Concórdia (SC), Lucas do Rio Verde (MT) e Herval D´Oeste (SC). Já a unidade de Lucas do Rio Verde (MT) obteve autorização para a venda de suínos e seus miúdos.

“Trabalhamos para ampliar o número de unidades habilitadas para exportação, com o intuito de atender a demanda em Singapura e demais mercados do sudeste da Ásia, que apresentaram crescimento do consumo de proteína animal”, afirma o gerente de relações institucionais, Luiz Tavares.

Nos primeiros meses de 2021, os chineses compraram 70% da carne suína produzida no estado. As vendas externas gaúchas totais cresceram 28,74% em relação a janeiro e fevereiro de 2020, acima da média do país, de 6,12%.

A retomada das exportações é considerada reflexo positivo da nova condição sanitária do estado, livre de febre aftosa sem vacinação, o que contribui na conquista de mercados. Para atender o aumento de demanda, ainda no primeiro semestre, a companhia abriu 125 vagas de emprego para a planta de Lajeado.

Investimentos

A BRF anunciou em agosto, que irá investir R$ 171 milhões na operação gaúcha. Entre os aportes, a modernização da unidade de rações de Arroio do Meio. O investimento será concluído até metade de 2022, sendo que, R$ 44 milhões já foram aplicados.

De acordo com o CEO da BRF, Lorival Luz, houve também a aquisição do Grupo Hercosul, de Ivoti. “Olhamos com muito carinho para o RS, pois o estado tem um grande diferencial que é a boa interlocução com o governo, o que nos dá segurança para investir. Além de ser um mercado importante da BRF, o nível de qualidade das pessoas é excelente”, reitera o CEO.

Sobre a BRF

Presente em 117 países, a BRF é dona de marcas como Sadia, Perdigão e Qualy. A companhia conta com mais de 100 mil colaboradores no mundo, 350 mil clientes e aproximadamente 10 mil integrados no Brasil. Marca está entre as melhores empregadoras do mundo pelo ranking da Forbes. Na lista, formada por 750 empresas, a BRF foi a única brasileira do setor de alimentos selecionada e ocupa a 416ª posição.


Frigorífico de Lajeado

A BRF Lajeado representa cerca de 20% do Valor Adicionado Fiscal do município. São mais de 3 mil trabalhadores na planta de abate de aves e suínos. O frigorífico exporta para Ásia, América Latina, África do Sul e Oriente Médio.

Acompanhe
nossas
redes sociais