“Ninguém cresce somente cumprindo horário”

ENTRE ASPAS

“Ninguém cresce somente cumprindo horário”

Empresária Renata Galiotto fala sobre a importância do conhecimento para seguir crescendo no mercado de trabalho

Por

“Ninguém cresce somente cumprindo horário”
(Foto: Ana Carolina Becker)
Estado
Tudo na Hora 2 - Lateral vertical - Final vertical

O mercado de trabalho mudou com a pandemia. O país viveu um período de desemprego e houve uma grande perda na mão de obra de jovens. Público que foi afetado pela perda do emprego e na educação com a suspensão das aulas. Jovens deixaram de estudar para contribuir com as despesas de casa.

Em seu comentário semanal, a empresária Renata Galiotto, destacou que as últimas notícias relacionadas ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), o que mostra que haverá retomada dos empregos. No entanto, ela disse que para conquistar as vagas disponíveis é necessário que o jovem tenha utilizado as ferramentas disponíveis na internet para se aperfeiçoar.

“Enquanto eles não queriam e foram obrigados a ficar sem emprego, as empresas tiveram que mudar drasticamente, evoluir e vão voltar para o mercado que também mudou sua necessidade de mão de obra”, comenta. As empresas começaram a revisar organogramas e manuais de integridade.

Aqueles que estavam no mercado de trabalho e foram desligados, precisam saber, segundo ela, que não é possível um crescimento sem a mão de obra humana. Mas há necessidade de preparação. “Hoje o jovem se preocupa muito com o dinheiro antes do trabalho.”

Muito mais que cumprir a carga horária, Renata frisa que é preciso fazer mais na busca pelo conhecimento e aperfeiçoamento constante.

Ouça a entrevista na íntegra