APP de 15 metros no Rio Taquari

opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

APP de 15 metros no Rio Taquari

Por

Vale do Taquari
BRDE - Lateral vertical - Final vertical

As notícias que circularam na semana passada estavam incompletas. O pleito pela diminuição da Área de Preservação Permanente (App) do Rio Taquari não é exclusivo do prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo. De acordo com um ofício encaminhado à Fepam no dia 16 de março, a reivindicação é compartilhada com os prefeitos de Arroio do Meio, Bom Retiro do Sul, Estrela, Cruzeiro do Sul e Colinas. Todos os respectivos gestores assinam o documento. E todos solicitam faixa mínima de 30 metros e máxima de 100 metros em área rural, e faixa mínima de 15 metros e máxima de 30 metros em área urbana.

No ofício, os prefeitos solicitam informações sobre o processo de Licenciamento Ambiental da Barragem de Bom Retiro do Sul, que atualmente passa por reformas. Segundo os gestores, “todos os municípios sofrem interferência na sua área territorial em decorrência do barramento do rio Taquari, por conta da barragem”. Diante disso, eles salientam que o Código Florestal prevê a “necessidade da Licença Ambiental do empreendimento estabelecer a área de preservação permanente nas áreas influenciadas pelo barramento.” Em Brasília, o pleito pouco avançou. Diante disso, eles devem voltar os olhos para a Fepam. E o assunto vai longe…

E o PTB?

No âmbito estadual, aumentam as especulações sobre a transferência do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior do PTB para o PSDB. Ele é cotado para ser o candidato a sucessor do atual chefe do Executivo Estadual, Eduardo Leite (PSDB), que já anunciou que não concorrerá à reeleição no Rio Grande do Sul. A relação de Ranolfo com o PTB ficou arranhada após a briga pública do presidente nacional da sigla, Roberto Jéferson, e o governador gaúcho. E isso pode ter reflexos no Vale do Taquari. Por aqui, duas entre as maiores cidades possuem petebistas no comando. Elmar Schneider, em Estrela, e Jonas Calvi, em Encantado. E ambos, por ora, desconversam sobre o futuro.

Efeito Saudades (SC)

O vereador de Encantado, Sander Bertozzi (PP), solicita informações referentes à segurança nas escolas municipais. Ele quer saber quais educandários possuem o sistema de videomonitoramento, e também questiona se existe um servidor que controla a entrada e saída de pessoas nas escolas.

Ciclovia e prioridades

Em Teutônia, o vereador Evandro Biondo (MDB) solicita a construção de uma ciclovia na Rua Major Bandeira, no trecho que leva até Linha Wink, no bairro Alesgut. Já os colegas Diego Tenn-Pass (PDT), Valdir Griebeler (PSDB) e Vitor Krabbe (PDT), membros efetivos da Mesa Diretora da Câmara, assinam projeto de lei que determina prioridade, nos atendimentos públicos e privados, aos profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à covid-10.

Turismo e segurança

Em Encantado, a vereadora Andresa Cristina de Souza (MDB) encaminha pedido para que o executivo municipal estude a possibilidade de colocação de guard-rails nos locais mais perigosos na estrada para a Lagoa da Garibaldi, o principal acesso ao Morro das Antenas, onde repousa a estátua do nosso Cristo Protetor. Aliás, sobre segurança e turismo, a Defesa Civil Regional já está se articulando para apresentar um plano de prevenção de riscos em parceria com municípios da Serra Gaúcha.

Um site para a Polar

Um grupo de voluntários ligados à área da Arquitetura projeta a criação de um site para eternizar ainda mais o prédio da antiga Cervejaria Polar, em Estrela. A turma busca democratizar a informação e incluir, de forma lúdica e transparente, o andamento do processo de luta pela preservação, revitalização e manutenção da estrutura. Um domínio e uma nuvem já foram adquiridos para receber um vasto acervo de fotos, vídeos, estudos científicos, publicações e projetos direcionados ao reconhecimento do valor cultural da edificação.

Hackers e o TJ/RS

Está no site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul: o Portal do TJ/RS voltou a operar na tarde dessa segunda-feira. Entretanto, a fase é de restauração e, em razão disso, “alguma instabilidade eventual pode ser registrada e alguns links poderão estar indisponíveis”. O TJ/RS informa ainda que a “área técnica segue trabalhando para o restabelecimento pleno do acesso aos serviços e sistemas com brevidade”. O site foi invadido por hackers no início do mês.

Comunicação

O prefeito de Arroio do Meio, Danilo Bruxel (PP), segue em busca de uma nova assessoria de comunicação para o novo governo. No início do ano, um contrato emergencial foi firmado com uma agência do Vale do Taquari. Já no início do mês de abril, o governo abriu um processo licitatório para contratar de forma efetiva uma agência, com um valor mensal para a prestação de serviço orçado em R$ 8,3 mil. Por ora, não há vencedor.