Para ver e sentir a dor da tragédia (e da burocracia)

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Para ver e sentir a dor da tragédia (e da burocracia)

Por

A histórica visita do presidente Lula ao Vale do Taquari tem uma simbologia necessária à reconstrução de todo o Rio Grande do Sul. O chefe maior da nação precisava ver com os próprios olhos e sentir na pele a dor da nossa comunidade. E mais. Ele precisava entender melhor, por meio do relato dos moradores e dos questionamentos da imprensa, a dor causada pela burocracia junto ao processo de reconstrução e do mínimo reestabelecimento da normalidade em nossa região. E as escolhas pelos bairros Passo de Estrela, em Cruzeiro do Sul, e o Navegantes, em Arroio do Meio, também foi acertada.

Afinal, e sem de forma alguma pormenorizar as demais comunidades e cidades, os dois cenários retratam de forma singular o tamanho da desgraça que assolou todo o nosso pujante Vale. Não há como passar pelas duas comunidades sem sair chocado e sensibilizado.

Comandante Cesar deixa governo

Candidato a prefeito pelo MDB em 2020, e hoje filiado ao PL, Comandante César pediu exoneração do cargo de Secretário de Administração de Estrela dentro do prazo previsto para a saída de secretários que pretendem concorrer na majoritária em outubro. Diante das coincidências, as esquinas democráticas estrelenses já cogitam uma possível candidatura dele a prefeito, ou mesmo a vice-prefeito. Entretanto, ele garante que a saída ocorre por questões particulares. Aguardemos!

Tabuleiro agitado em Lajeado

O pedido de exoneração do agora ex-procurador-geral de Lajeado, Natanael Zanatta (PP), pode mudar e muito o tabuleiro político na principal cidade do Vale do Taquari. Ele saiu no último dia de prazo para quem deseja concorrer na majoritária. E como o nome dele já era cotado como possível pré-candidato a vice-prefeito ao lado de Gláucia Schumacher (PP), a notícia caiu como uma bomba nos diretórios do PL e do PSDB, dois partidos que (ainda) seguem unidos ao PP em âmbito municipal, mas que não garantem a continuidade da coligação vencedora dos últimos dois pleitos. É bom que se diga. Os líderes do PL e do PSDB pleiteiam a vaga de vice-prefeito e utilizam o pedido como um condicionante para a sequência da parceria com o PP. E os líderes do PP sabem muito bem disto. Mas diante das especulações, tudo indica que os Progressistas não parecem tão preocupados assim com as exigências dos partidos parceiros. E isso pode gerar uma nova oposição.

APL Alimentos e Bebidas estima R$ 40 milhões em prejuízo

O Arranjo Produtivo Local (APL) Alimentos e Bebidas Vale do Taquari realizou um levantamento realizado junto à cadeia de empresas e indústrias e verificou cerca de R$ 40 milhões em prejuízos estruturais. Uma análise mais detalhada revelou que cinco empresas foram diretamente afetadas, além dos desafios enfrentados na logística, afetando 100% das operações. Os empreendimentos relatam dificuldades significativas no recebimento de matéria-prima e na entrega de produtos acabados, bem como no deslocamento dos funcionários, impossibilitados de chegar ao local de trabalho. Além disso, muitos clientes, como mercados, bares, restaurantes e padarias, também foram impactados pelas enchentes, afetando diretamente o faturamento.

Lula entendeu o recado

Durante a entrevista coletiva no ginásio do Clube Rui Barbosa, em Arroio do Meio, o presidente Lula reforçou a necessidade de “driblar” a burocracia e agilizar a construção das casas populares. Lula entendeu o clamor alimentado nas últimas semanas diante da demora no início das obras. Desde setembro do ano passado, é sempre bom lembrar, nenhuma casa popular definitiva sequer foi iniciada em todo o Vale do Taquari. A enchente de maio passado destruiu ainda mais habitações e o problema tomou proporções catastróficas. São milhares de pessoas sem lar. E não há mais tempo algum para qualquer preciosismo por parte de quem quer que seja. “Toda as pessoas que perderam suas casas terão as casinhas de volta”, prometeu Lula. E de quebra o presidente atendeu a uma demanda antiga, provocada especialmente pelo prefeito de Muçum, Mateus Trojan (MDB), e que garante subsídio no pagamento de salário por parte das empresas e indústrias atingidas. Resumindo, ele entendeu o recado. Parabéns a ele e toda sua equipe.

TIRO CURTO

  • O governo de Estrela anuncia o novo Secretário da Fazenda. É Gemiliano Kotkiewicz, vice-presidente do PL no município. Ele atuou como chefe de gabinete do ex-secretário da Fazenda, Felipe Diehl (PL). Ou seja, o PL segue no governo de Elmar Schneider (MDB).
  • Também em Estrela, o atual vice-prefeito João Schäfer (PSD) é pré-candidato a vice-prefeito e precisou deixar a função de Secretário Interino de Desenvolvimento, Inovação e. Sustentabilidade (Sedis). E a diretora da E-Log, Andressa Trasel, está cotada para assumir o posto.
  • Em Lajeado, o prefeito Marcelo Caumo (PP) segue utilizando o termo “provisória” para a reconstrução da histórica Ponte de Ferro.
  • Ainda em Lajeado, empresas duramente atingidas pelas recentes enchentes seguem em busca de novas áreas para a instalação. Entre essas, os empreendedores avaliam terrenos próximos à Arena Alvi Azul, no bairro Floresta.
  • Em Cruzeiro do Sul, Adeildo de Melo deixou o cargo de Secretário de Assistência Social e pode concorrer na majoritária pelo União Brasil.
  • A CCR Viasul resolveu falar e promete resolver o gargalo na ponte sobre o Arroio Boa Vista, em Estrela, até o dia 18 de junho. É um alento para quem temia, inclusive, e demolição e posterior reconstrução daquela estrutura na BR-386.

Acompanhe
nossas
redes sociais