“Estamos aqui para fazer o que tem que ser feito”, diz Roberto Luchese

ENTREVISTA | FRENTE E VERSO

“Estamos aqui para fazer o que tem que ser feito”, diz Roberto Luchese

Diretor da Lyall detalha etapas para reconstrução da Ponte de Ferro. Equipe trabalha 24h por dia para concluir trabalho

Por

Atualizado sexta-feira,
07 de Junho de 2024 às 10:55

“Estamos aqui para fazer o que tem que ser feito”, diz Roberto Luchese
Foto: Pedro Rodrigues
Vale do Taquari

O resultado da execução da reconstrução da Ponte de Ferro é fruto de uma equipe preparada para enfrentar os desafios. “Todos os envolvidos nessa obra estão preparados para isso, não estão aqui sem querer, são as pessoas ideais para estarem aqui”, descreve o diretor da Lyall Construtora, Roberto Luchese. Além disso, a segurança é uma das prioridades, com equipes do Corpo de Bombeiros que oferecem apoio no local. 

No 13º dia de obra, um tempo recorde. Luchese ressalta a rapidez como um fator crucial para salvar vidas. Ele detalhou as etapas seguintes do projeto, incluindo o içamento de partes da ponte executadas pelo guincho Sansão, o reposicionamento no rio Forqueta, com aterro feito pela prefeitura. “Não é uma obra privada, pública, mas de pessoas.”

Luchese destacou também a complexidade da obra, expressando confiança na sua conclusão bem-sucedida. Destaque para a importância de testes de carga rigorosos e a colocação segura das madeiras, garantindo a segurança dos usuários da ponte. A liberação será feita após a certeza da segurança de travessia mesmo que estenda o prazo de entrega. “Para nós não importa levar mais uma semana, mas garantir a segurança e não perder nenhuma vida nessa obra. Estamos em um local de risco e fazendo uma obra muito grandiosa. Estamos aqui para fazer o que tem que ser feito”. 

Acompanhe a entrevsita na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais