Brasrede investe R$ 1,3 milhão para estabilizar serviço

CONSEQUÊNCIAS DA ENCHENTE

Brasrede investe R$ 1,3 milhão para estabilizar serviço

Mais de 60 km de servidores de rede foram prejudicados

Por

Brasrede investe R$ 1,3 milhão para estabilizar serviço
Diretora da Brasrede, Raquel Schwambach e o diretor comercial Marco Barth. Foto: Pedro Rodrigues
Vale do Taquari

A queda das pontes entre Lajeado e Arroio do Meio, além de desconectar fisicamente os cidadãos, também impediu o acesso à internet para diversos municípios. “Todos os cabeamentos e postes caíram”, diz o diretor comercial da Brasrede Marco Barth.

Para estabilizar o acesso à internet a todos os clientes, a companhia já investiu mais de R$ 1,3 milhão nos mais de 60 km de servidores de rede prejudicados. As operações continuam. “Em algumas áreas, fizemos o serviço de maneira improvisada e agora precisamos adequar de maneira permanente. O que depender da Brasrede, estamos fazendo”, ressalta a diretora da empresa, Raquel Schwambach.

Pensando em como minimizar os efeitos de um futuro evento climático semelhante ao de maio, para os 22 mil clientes, a Brasrede tem realizado ações como ter um estoque maior de equipamentos para atender com maior brevidade, estudos dos mapas de alagamento e fortificação das estruturas.

Acompanhe a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais