Arroio do Meio será o primeiro município a receber “Casas Solidárias”

HABITAÇÃO

Arroio do Meio será o primeiro município a receber “Casas Solidárias”

Campanha é liderada pelo Grupo Front, sem fins lucrativos, formado pela união de empresários de diversos segmentos econômicos do RS e de outros Estados

Por

Arroio do Meio será o primeiro município a receber “Casas Solidárias”
Dez famílias da cidade serão as primeiras contempladas pelo projeto. (Foto: divulgação)
Arroio do Meio
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Dez famílias de Arroio do Meio serão as primeiras a receber uma casa, da campanha “Casa Solidária”, liderada pelo Grupo Front. O grupo, sem fins lucrativos, formado pela união de empresários de diversos segmentos econômicos do Rio Grande do Sul e de outros Estados, é comprometido com ajuda humanitária e mobilização de recursos para as vítimas da tragédia climática que atingiu os gaúchos.

No último domingo, 2, três empresários do projeto foram recebidos pelo prefeito Danilo José Bruxel, e equipe de Governo, dentre eles, o idealizador do projeto, Gustavo Dal Pizzol, Tiago Esmeraldino e Paulo Peres. Na oportunidade, assinaram o Termo de Doação com a prefeitura para instalação das residências e também visitaram às áreas mais atingidas pela invasão do rio Taquari.

O objetivo do Grupo Front é reconstruir a esperança e os sonhos das vítimas, com a entrega de um lar completo, por meio do projeto “Casa Solidária”. A partir da arrecadação de fundos para a campanha, estabelecem parcerias com os municípios para obtenção de terrenos, onde serão instaladas as habitações doadas. Cada unidade, projetada para até três pessoas, possui 21,6 m² de área, com sala e cozinha conjugados, banheiro e um dormitório.

O governo municipal viabilizará a instalação das dez primeiras casas no bairro São Caetano, local que conta com toda a infraestrutura para receber as casas. Segundo o prefeito, 200 famílias ainda permanecem em abrigos e não tem a quem recorrer para uma moradia temporária.

Foto: divulgação

O Grupo Front vem auxiliando as vítimas da enchente no Vale do Taquari desde o ano passado, com diversas frentes de trabalho. O empresário da região metropolitana, Gustavo Dal Pizzol, comemorou o pontapé inicial do projeto em Arroio do Meio. “É gratificante poder ajudar as pessoas neste momento tão difícil, queremos mobilizar empresas e a sociedade para que abracem esta causa com a gente”, destaca Dal Pizzol.

O empresário porto-alegrense Tiago Esmeraldino, destacou que o apoio das prefeituras é fundamental para viabilizar terrenos com infraestrutura necessária para instalação e regularização das residências. “Com esse apoio poderemos reconstruir vidas e restaurar a dignidade das famílias”, ressalta Esmeraldino. De acordo com o empreendedor Paulo Peres, começar por Arroio do Meio é um ato simbólico. “Nós temos aqui uma grande liderança que é a Juliana Vasconcelos, com apoio dela queremos dar esperança a esta comunidade, para que tenham e busquem dias melhores”, acrescenta Peres.

Modelo das Casas

As “Casas Solidárias” são construídas em madeira de alta qualidade e foram projetadas para serem duráveis e resistentes. Com um sistema inovador, essas casas podem ser construídas em até 4 dias, proporcionando uma solução rápida e econômica para as famílias afetadas.

As casas oferecem instalações completas, incluindo sistema elétrico, hidráulico, pia, chuveiro e sanitário. Tem a possibilidade de serem ampliadas atendendo a necessidade de famílias maiores.

Mais informações no site do grupo.

O Grupo Front

O Front é um grupo independente, composto por empreendedores de diferentes setores econômicos, presentes em várias regiões do país. São apaixonados por servir, ser úteis e por fazer a diferença na sociedade. A responsabilidade social individual é o que norteia as ações do grupo.

No auxílio às enchentes de 2023, no Vale do Taquari, doaram mais de 670 itens novos entre: fogões, botijões de gás, kits de instalação e conjunto de mesas e cadeiras. O grupo também mobilizou recursos através de vakinha virtual, destinados diretamente às famílias, abrigos, escolas e entidades assistenciais.

Acompanhe
nossas
redes sociais