União de esforços mantém vivas as atividades nas propriedades rurais

PREOCUPAÇÃO COM O CAMPO

União de esforços mantém vivas as atividades nas propriedades rurais

Campanhas em prol do campo mobilizam a produção e garantem a alimentação dos animais no campo

Por

União de esforços mantém vivas as atividades nas propriedades rurais
Crédito: Leandro Hamester/Divulgação
Vale do Taquari

A produção agropecuária foi uma dos setores mais impactados pelas cheias e deslizamentos no Rio Grande do Sul. Dados preliminares da Federação da Agricultura do RS (Farsul), com apoio do SOS Agro RS, dão conta de que o agronegócio gaúcho já tenha perdido em torno de R$ 3 bilhões. Acredita-se que seja necessário, pelo menos, uma década para a normalização do cenário. Mas para auxiliar as famílias, a sociedade deu início a campanhas em prol do campo.

Em Teutônia, um “QG” para recebimento e organização da logística de distribuição de doações para a nutrição animal tem mobilizado produtores rurais e empresas de diversas regiões do Brasil, concentrando donativos arrecadados por diferentes campanhas em prol dos produtores gaúchos. A união de esforços garante a alimentação dos animais, especialmente do rebanho leiteiro, o que possibilita minimamente a continuidade da produção.

Na Linha Wink, o produtor rural Jonas Joel Müller coordena o trabalho voluntário. A sua propriedade serve de base para receber e organizar a logística de distribuição das doações voltadas à alimentação animal, aproveitando sua localização estratégica e a facilidade de acesso para veículos de grande porte.

Diariamente chegam caminhões e carretas com silagem, pré-secado, feno, rações e outros concentrados, que estão sendo destinados aos produtores rurais afetados no Vale do Taquari e regiões vizinhas. Essas doações vêm de produtores locais e de diversos estados brasileiros, como Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso e Minas Gerais.

O trabalho conta com o envolvimento de voluntários e tem o apoio de empresas e entidades. Além disso, profissionais da área técnica contribuem com os controles e identificação das necessidades do campo.

Solidariedade mantém o rebanho alimentado

A propriedade da família Franz, em Arroio do Meio, se dedica à agricultura e à criação de animais na região. Ela é coordenada por Leonardo Franz, com o apoio de seus pais Normelio e Lori, e possui cerca de 180 animais.

Devido às cheias, a família Franz enfrentou a falta de alimentos para seu gado leiteiro, resultante da perda de 26 hectares de milho destinados à silagem. “Isso comprometeu a subsistência dos animais e impactou a produção leiteira da propriedade”.

Para reverter a situação, as doações de alimentos encaminhadas por influenciadores se tornaram a alternativa mais viável para garantir a sobrevivência do rebanho e a recuperação da produção leiteira. Onde antes a produção chegava a 35 litros de leite por animal, hoje se contabiliza uma queda na produção de apenas 10 litros por cabeça.

Acompanhe
nossas
redes sociais