Tomasi Logística investe R$ 20 mi para operações no Mercosul

EXPANSÃO

Tomasi Logística investe R$ 20 mi para operações no Mercosul

Roteiros por Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile iniciam no próximo dia 10 de junho, representam 50 novos empregos e um faturamento de R$ 2 milhões mensais

Por

Tomasi Logística investe R$ 20 mi para operações no Mercosul
Rodrigo Tomasi, diretor da Tomasi Logística. (Foto: Henrique Pedersini)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Tomasi Logística finaliza os preparativos para iniciar as operações nos países do Mercosul. As primeiras viagens estão programadas para 10 de junho. Os novos roteiros incluem Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai e representam um incremento nos destinos de entregas da empresa do Vale do Taquari. Os detalhes foram confirmados pelo diretor Rodrigo Tomasi, em entrevista ao Conexão Regional da Rádio A Hora, nesta sexta-feira, 31.

De acordo com o gestor, o projeto de expansão demandou um investimento de R$ 20 milhões. Os valores representam a aquisição e adaptação de 20 caminhões e instalação de unidades nas fronteiras e endereços estratégicos próximos aos países de destino. “A legislação é diferente do que no Brasil, desde altura e tamanho dos caminhões, faroletes e uma regra que não permite ir de um país pra outro diretamente, fazendo com que o destino de ida ou volta precise ser em direção ao Brasil”, especifica.

Tomasi explica que foram contratados 25 motoristas para atender o volume de entregas e cumprir com a legislação trabalhista da categoria. Além disso, a empresa definiu profissionais que vão atuar diretamente nos países estrangeiros. “O mercado não dispõe de muitas pessoas que atuam nessa área e dominam os idiomas espanhol e inglês, além da necessidade de qualificar alguns setores da empresa em relação a regras fiscais e atividades administrativas”, complementa.

A projeção é de um faturamento de R$ 2 milhões mensais, com estimativa de ampliação conforme novos mercados surgirem.

Dois anos de tratativas

Apesar de ter sido anunciado neste final de semana, a expansão para o Mercosul iniciou há dois anos com o início das negociações. De acordo com Rodrigo Tomasi, a possibilidade surgiu de uma análise de mercado e o reconhecimento pelo trabalho feito em todas as regiões do Brasil. “Alguns clientes que possuem atuação no Mercosul pediam para que a gente entregasse o padrão de trabalho que temos nestes países estrangeiros, daí surgiu este investimento”, pontua.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais