Germano Rigotto: “É necessário burocratizar menos para concretizar promessas”

ENTRE ASPAS

Germano Rigotto: “É necessário burocratizar menos para concretizar promessas”

Ex-governador compreende que excesso de trâmites faz com que anúncios demorem a se realizar

Por

Germano Rigotto: “É necessário burocratizar menos para concretizar promessas”
Ex-governador Germano Rigotto (Foto: Fundação Piratini / Divulgação)
Estado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

É necessário haver menos burocratização para que a concretização das promessas aconteçam de forma mais breve, além de que se deve utilizar como aprendizado os erros cometidos nas enchentes anteriores, a fim de não os repetir, afirma o ex-governador, Germano Rigotto.

A construção de novas moradias aos desabrigados, é uma grande questão a ser debatida. Além da necessidade ágil da edificação de novas residências, também é preciso encontrar um terreno apropriado, que ofereça segurança os cidadãos. Este é um dos principais movimentos que Rigotto vê a necessidade de desburocratização, em razão de estar relacionado a vida e a dignidade das pessoas.

Em relação à economia, o ex-governador manifesta que é preciso realizar um levantamento completo de perdas e o impacto delas, em todos os setores do estado. Porém, mesmo que sem os resultados, ele observa que já é nítido a queda do PIB do estado.

Rigotto relembra, que nesta segunda-feira, 27, o vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), estará no estado para se reunir ao setor empresarial e estabelecer medidas de socorro as micro e pequenas empresas. Ele menciona, que a necessidade dos empresários nesse momento é capital de giro e recurso para investimentos com baixo custo, estabelecidos e liberados de forma breve.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais