Prefeitos do Vale cobram estado por recuperação de rodovias

INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA

Prefeitos do Vale cobram estado por recuperação de rodovias

Reunião online entre gestores e representantes do governo, EGR e Daer teve pedidos por intervenções urgentes em ERS’s

Por

Prefeitos do Vale cobram estado por recuperação de rodovias
Imagem: divulgação
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Prefeitos solicitaram intervenções urgentes do governo estadual em rodovias do Vale do Taquari em reunião nesta manhã de sexta-feira, 17. Os pedidos são para permitir o fluxo de veículos após as enchentes e deslizamentos que impactaram na logística regional.

Os pedidos que mais se repetiram foram para reconstrução da ponte sobre o Forqueta, na ERS-130, entre Lajeado e Arroio do Meio. O secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, projetou que em seis meses a estrutura será disponibilizada novamente.

Durante a reunião houve discussão entre o prefeito de Vespasiano Corrêa e presidente da Associação de Municípios do Alto Taquari (Amat), Thiago Michelon, que pediu autorização para concentrar máquinas do município na desobstrução da ERS-129, entre Muçum e Vespasiano Corrêa. “Me deixe limpar este acesso, secretário, depois os engenheiros podem analisar. Temos produtores preocupados com frangos, suínos e perus que estão morrendo”, reivindicou.

Costella justificou que a liberação para intervenção no trecho não será autorizada por representar risco de novos deslizamentos. “Já perdemos 154 vidas, não podemos aumentar a tragédia”, disse.

Michelon pediu que Costella gravasse um vídeo em que assumisse a responsabilidade pela decisão.

Os demais pedidos foram acessos aos municípios como a ligação entre Roca Sales e Colinas pela ERS-129, ERS-332 de Encantado em direção a Doutor Ricardo e rodovias em Putinga, Imigrante e outras cidades.

Recursos federais

Após pedido do presidente da Vale Log, Adelar Steffler, de aceitar apoio de maquinários de outros estados e do município de Vespasiano Corrêa para liberar a ERS-129, o secretário afirmou que não recebeu recursos federais. “O dinheiro do governo federal não chegou aqui ainda. O presidente veio duas ou três vezes, mas vamos nos virando com o dinheiro do estado”, pontuou.

Os responsáveis pela EGR e Daer prometeram ações rápidas para reativar acessos nas cidades do Vale do Taquari.

Acompanhe
nossas
redes sociais