“Manter empregos é a maneira mais digna de ajudarmos”, diz Ito Lanius

ENTREVISTA | A HORA BOM DIA

“Manter empregos é a maneira mais digna de ajudarmos”, diz Ito Lanius

Diretor da Folhito e sócio do Residencial Sunday Village Care, fala sobre o papel das empresas na retomada dos négocios pós-cheia

Por

“Manter empregos é a maneira mais digna de ajudarmos”, diz Ito Lanius
Empresário Ito Lanius (Foto: Rodrigo Gallas)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O diretor da Folhito e sócio do Residencial Sunday Village Care, Ito Lanius entende que o mais importante para os empresários neste momento é fazer a economia girar e manter empregos. “Precisamos canalizar energias de forma positiva para resultados que sejam benéficos a todos. Se eu conseguir gerar recursos e fazer a economia girar será bom para todos. Por isso, manter os empregos, na minha opinião, é a maneira mais digna de ajudarmos.”

Lanius descreve que não teve impactos diretos em suas empresas, mas indiretamente, todos serão impactados, pois 25% da região foi atingida.  Grandes empresas buscam a retomada para manter os empregos. “Falando em logística, na Folhito, com 570 toneladas de resíduos/dia, isso virou um caos. O meio ambiente deixou de reciclar, pois parou a planta de várias empresas, tudo está interligado. No agronegócio, um impacto muito grande.”

Conforme Lanius, a Folhito, com plantas distribuídas em várias cidades como, Venâncio Aires, Cristal, Minas do Leão, além de agropecuárias em lugares distantes, terão dificuldades em colher parte do arroz, da soja, porém, esses impactos serão bem menores comparados com outros. 

Cada pessoa se adaptando e se reorganizando com a realidade. “É preciso reagir. O que sobrou e o que ainda temos à disposição. Temos recursos importantes à disposição que é a nossa capacidade de reação, estamos um pouco querendo nos adiantar devido à emoção, falando com os governos federal e estadual e essas questões na sequência precisam chegar nos operacionais e parece que essa equação precisa ainda ser montada para depois ser operacionalizada. Estou um pouco preocupado com o aparato nacional que veio ao estado, o que gera altos custos e, na maioria das vezes, não são alocados em lugares e momentos certos e vamos acabar dispendendo muitos valores e que vão faltar lá na frente para os empresários poderem reconstruir.”

Descreve ainda que em uma situação como essa enfrentada pela população, é preciso ter calma em montar a equação, deixar a emoção um pouco de lado. “Por outro lado, quero exemplificar, penso que a operacionalização da passagem da ponte da BR-386, na minha opinião como empresário, poderia estar sendo gerenciada de uma forma muito mais eficiente, primeiro em arrumar essas pequenas coisas que precisam ser feitas, não querendo ignorar os técnicos, mas o trânsito já deveria ter sido liberado. O tempo é um recurso escasso e importante”. 

Em relação ao projeto Sunday Village Care, Ito Lanius comenta que está localizado em Fazenda Vilanova, um projeto autossustentável, com poço artesiano – autonomia de água, geração de energia própria com geradores. “A previsão é de que na virada do ano seja iniciada a operação. Cerca de 20% dos terrenos já vendidos, além de lofts disponíveis para venda”. 

Acompanhe a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais