Nova Bréscia decreta situação de calamidade pública

cheias no vale

Nova Bréscia decreta situação de calamidade pública

Reconhecimento Federal permitirá acesso a recursos e apoio para moradores atingidos pelas cheias

Por

Nova Bréscia decreta situação de calamidade pública
Foto: Matheus Laste

Nova Bréscia decretou situação de calamidade pública após os incidentes naturais da última semana. O decreto, inicialmente homologado pelo governo estadual, agora conta com o reconhecimento do Governo Federal e tem validade de 180 dias. Com essa condição, a prefeitura pode acessar recursos federais e contratar serviços com mais agilidade para a recuperação do município.

“Inclusive, para os munícipes habilita o recebimento do fundo de garantia por tempo de serviço, àquelas pessoas que foram afetadas”, explica o coordenador municipal da Defesa Civil, Marcos Giovanaz. Segundo ele, desde o dia 1º de maio, as equipes do município trabalham para auxiliar os desalojados e desabrigados. “Eles foram removidos para o ginásio municipal e para o salão comunitário da Linha Jacarezinho, no interior do município”.

Além de auxiliar no deslocamento, a Defesa Civil também presta o serviço de alimentação, entrega de roupas, colchões e alguns medicamentos.

“Também foi uma preocupação muito grande a abertura dos espaços que estavam obstruídos, como estradas, bueiros e algumas pontes, para facilitar o trajeto e transporte de pessoas e materiais”, conta Giovanaz.

No momento, já estão liberados os acessos liberados para Coqueiro Baixo, Encantado e parte das comunidades localizadas no interior do município.

O governo federal reconheceu, em edição extra do Diário Oficial da União, o estado de calamidade pública para 265 cidades gaúchas. No mesmo dia, o governo do Rio Grande do Sul, ampliou o mesmo decreto, a nível estadual, para 336 municípios em situação de emergência.

Acompanhe
nossas
redes sociais