Rio Taquari sobe mais de um metro por hora em Roca Sales

ALERTA ELEVADO

Rio Taquari sobe mais de um metro por hora em Roca Sales

Chuva se desloca da microrregião da Barra do Fão e chega nas cabeceiras do Rio Taquari, em Santa Tereza. Em Encantado, choveu 185 milímetros nas últimas 24 horas. Impacto esperado para a parte baixa, em Estrela e Lajeado, é de uma elevação constante

Por

Atualizado terça-feira,
30 de Abril de 2024 às 09:02

Rio Taquari sobe mais de um metro por hora em Roca Sales
Imagem de régua do Rio Taquari, em Roca Sales, no início da manhã desta terça-feira (Foto: divulgação)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

As próximas 48 horas serão de mais chuva. Como resultado, o Serviço Geológico do Brasil (SGB\CPRM) alerta para projeções subestimadas. O volume de água durante a madrugada superou as expectativas e, conforme o superintendente do órgão no RS, Franco Buffon, o nível do Rio Taquari atingiu cota de alerta em Lajeado e Estrela.

Em Encantado, Muçum e Roca Sales, o rio ainda está abaixo da cota de atenção. Porém, a tendência é de uma alta no nível da água nas próximas horas. Das 7h da manhã de ontem até as 7h de hoje, a parte alta do Vale somou 185 milímetros de chuva.

De acordo com a Defesa Civil, o Rio Taquari subiu 1,10 metros na última hora. Com isso, o alerta é para elevação na parte baixa nas próximas horas.

Os maiores volumes de água estão na parte da Barra do Fão e no Taquari. A chuva é menos intensa na bacia do Rio das Antas. “Isso está a nosso favor, pois significa que a chuva não ocorreu de forma intensa em toda a bacia, o que faz com que a onda de cheia não seja agravada pelas águas que descem das nascentes do Rio das Antas”, diz Franco Buffon.

A chuva torrencial causa transtornos em diversas cidades. Até o momento, as mais atingidas são Marques de Souza, Progresso e Travesseiro. Também em Forquetinha, onde os acessos estão embaixo d’água. Há problemas em Colinas, na entrada para a cidade. Nas maiores cidades, em Lajeado e Estrela, a Defesa Civil começa a retirar famílias de áreas de risco.

Acompanhe
nossas
redes sociais