Em menos de uma semana, 150 confirmações no Vale

DENGUE

Em menos de uma semana, 150 confirmações no Vale

Pacientes positivos chegam a 699 na região, com óbitos registrados em Lajeado e Teutônia. Nos anos anteriores, abril foi o mês com maior número de contágios

Por

Em menos de uma semana, 150 confirmações no Vale
Estrela é a cidade do Vale com mais casos de dengue. Segundo dados do Estado, são 389 confirmações em 2024. (Foto: Arquivo NG)
Vale do Taquari

O Vale do Taquari registra aumento de casos de dengue nas últimas semanas. Com relação a números dos anos anteriores, até a segunda semana de abril, a tendência é registrar ainda mais contaminações. Situação mostra piora em relação a 2023, mas não chega a números de 2022. Neste ano, região contabiliza 699 casos positivos e dois óbitos, um em Lajeado e outro em Teutônia.

Coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Lajeado, Juliana Demarchi diz ter ocorrido um aumento significativo entre a semana epidemiológica 12 e a 13 – que finalizou no dia 30 de março. Ainda, no Vale, foram quase 150 casos confirmados nos últimos cinco dias.

No acumulado do ano, os casos positivos também foram maiores na semana 12 e 13 de 2024 em relação ao mesmo período de 2023. “Na semana 12 nós tínhamos 14 casos e na semana 13 confirmamos 32 casos. Temos percebido um aumento na curva e nas confirmações”.

Apesar do aumento, o número ainda é baixo em relação a 2022, quando, no período, havia 1.804 pacientes positivos. Juliana diz não haver sobrecarga nos serviços de saúde, também a nível ambulatorial e hospitalar.

“A gente segue monitorando, estamos percebendo um aumento de casos confirmados por semana epidemiológica desde a última semana do mês de março e a tendência é que isso se mantenha até a segunda quinzena do mês de abril”. Juliana diz que este é um período em que, caracteristicamente, os casos aumentam, tanto em função do aumento da circulação viral quanto da atividade do vetor.

De acordo com profissionais do Hospital Bruno Born (HBB), apesar do aumento considerável nos atendimentos 24h, com pacientes ambulatoriais, não há aumento de internações por dengue, apenas um paciente internado na unidade clínica pela doença. Também não há pacientes graves.

No Vale, casos são percebidos com maior intensidade entre pessoas de 20 a 29 anos. Entre os óbitos, a idade com mais registros é 70 a 79 anos.

Mais um óbito

O Estado confirmou a primeira morte por dengue em Teutônia na quinta-feira, 5. A vítima é um homem de 66 anos. A morte aconteceu em 26 de março. Como resposta, o município promoveu no sábado, 6, um mutirão de limpeza contra a dengue. A ação ocorreu no bairro Alesgut. Segundo o coordenador da vigilância sanitária de Teutônia, Evandro Borba, foram encontrados focos de larvas do Aedes aegypti, transmissor da dengue, nas residências, em objetos jogados pelas ruas e em terrenos vazios. Mais de 25 sacos de lixo com resíduos foram recolhidos das ruas e dos pátios.

Mais ações serão feitas nas próximas semanas, como a pulverização de inseticida nos bairros. Os pontos mais críticos estão nos Bairros Canabarro, Languiru e Boa Vista.

Cidade com mais casos

A cidade de Estrela é a que mais apresenta casos positivos da dengue, chegando a 389 confirmações. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Carmen Hentschke, foi percebido o aumento da demanda nos serviços das unidades de saúde e do Pronto Atendimento.

O município segue com ações de combate à doença. Mais de três mil casas já foram visitadas e vistoriadas, sendo que mais de 90% dos casos de incidência de focos do mosquito Aedes aegypti são encontrados em terrenos particulares e áreas anexas às residências, assim como em calhas, caixas d’água e piscinas, pratos de plantas, recipientes plásticos e bromélias.

Ainda, são feitos Testes Rápidos, mapeamento de áreas, levantamento de números, armadilhas, aplicação de inseticida, limpeza de áreas, reuniões estratégicas, mutirões de limpeza e campanhas de conscientização, entre outras ações. Equipes técnicas da Vigilância Epidemiológica e Agentes de Endemias destacam que é necessário maior empenho da população no cuidado semanal com os pátios.

Casos de dengue na região

  • Anta Gorda: 1
  • Arroio do Meio: 11
  • Arvorezinha: 8
  • Bom Retiro do Sul: 7
  • Canudos do Vale: 1
  • Capitão: 1
  • Colinas: 3
  • Cruzeiro do Sul: 1
  • Dois Lajeados: 4
  • Doutor Ricardo: 1
  • Encantado: 9
  • Estrela: 389
  • Fazenda Vilanova: 6
  • Guaporé: 15
  • Ilópolis: 1
  • Imigrante: 3
  • Lajeado: 103
  • Mato Leitão: 6
  • Muçum: 15
  • Nova Bréscia: 2
  • Paverama: 9
  • Poço das Antas: 1
  • Pouso Novo: 1
  • Putinga: 1
  • Roca Sales: 14
  • Santa Clara do Sul: 4
  • Tabaí: 3
  • Taquari: 5
  • Teutônia: 70
  • Travesseiro: 4
  • Westfália: 1
  • Total: 699

    *Venâncio Aires: 281
    *Santa Tereza: 1

    *Municípios não fazem
    parte do Vale do Taquari

Acompanhe
nossas
redes sociais