Renato e Roger mantêm dúvidas às vésperas da final

Vale taça

Renato e Roger mantêm dúvidas às vésperas da final

Grêmio pode ter o retorno de Pedro Geromel na zaga, enquanto que Juventude apresenta indefinição no ataque

Por

Atualizado sexta-feira,
05 de Abril de 2024 às 09:26

Renato e Roger mantêm dúvidas às vésperas da final
Fora das três últimas partidas, Geromel pode ter condições de atuar e ser novidade na escalação. Edson Carioca sentiu problemas musculares e teve de ser substituído ainda no primeiro tempo. (Foto: Divulgação)

Às vésperas da grande decisão do Campeonato Gaúcho, os dois técnicos fazem mistério sobre as escalações. No lado gremista, Renato Portaluppi tem indefinições na defesa. No lado jaconero, Roger Machado tem dúvidas no ataque. O jogo que vale a taça mais desejada do Rio Grande do Sul ocorre neste sábado, às 16h30min, com transmissão da Rádio A Hora.

O grande mistério do lado azul prevalece na defesa. Renato Portaluppi voltou da Bolívia e comandou atividades na quarta-feira e ontem. O zagueiro Pedro Geromel apareceu em campo e pode ser a novidade. Neste caso, o lajeadense Rodrigo Ely deixaria o time.

O ídolo tricolor pode fazer história neste sábado. Ao lado de Kannemann, pode conquistar o heptacampeonato gaúcho. Os dois jogadores são os únicos do elenco gremista que conquistaram todas as taças desde 2018.

Geromel está recuperado de uma pequena lesão muscular. Agora, o Tricolor espera pela resposta física para verificar se ele participará da partida. O defensor sentiu o problema na véspera do duelo diante do Caxias, pela semifinal do Estadual. O clube nem sequer divulgou o grau da lesão, mas o edema não foi tão grave.

Rodrigo Ely, que foi preservado da viagem a La Paz, pela estreia da Libertadores, tem possibilidade maior de ser titular ao lado de Kannemann. Porém, se o ídolo tiver condições, poderá retomar o lugar. A decisão deverá ser anunciada internamente depois da finalização da preparação gremista.

Fora do campo da especulação, uma certeza é o retorno de Mayk à lateral-esquerda. Expulso no jogo de volta da semifinal, ele não atuou na partida de ida da final. Mesmo tendo condições, não viajou para enfrentar o The Stronget. Com isso, ele deve retornar ao time inicial no lugar de Fábio, que jogou em Caxias do Sul e viajou à Bolívia.

O provável time do Grêmio para a decisão tem: Caíque; João Pedro, Geromel (Rodrigo Ely), Kannemann e Mayk; Villasanti, Pepê e Cristaldo; Gustavo Nunes, Pavón e Diego Costa.

Roger tem dúvida no ataque

Se o Grêmio tem dúvidas na zaga, o Juventude tem incertezas no ataque. A saída de Edson Carioca, ainda na primeira etapa do primeiro duelo da final, abriu espaço para que Rildo tivesse uma maior minutagem na decisão. Com características mais ofensivas e menos comprometido com o aspecto tático, o ex-gremista teve boa atuação e levou perigo ao goleiro Caíque em pelo menos duas oportunidades.

A tendência é de que os dois estejam à disposição de Roger Machado no sábado. Soma-se a eles Erick Farias, que entrou na reta final da ida e foi titular na boa arrancada do Ju no Gauchão, quase sempre como o falso 9. A tendência é que Edson Carioca continue titular, mas a confirmação depende da condição física do atacante.

O provável time titular do Juventude tem: Gabriel Vasconcellos; João Lucas, Rodrigo Sam, Zé Marcos e Alan Ruschel; Caíque, Jadson e Jean Carlos; Edson Carioca (Rildo, Erick Farias), Lucas Barbosa e Gilberto.

Acompanhe
nossas
redes sociais