Lajeado propõe ampliar aluguel social para até 18 meses

HABITAÇÃO

Lajeado propõe ampliar aluguel social para até 18 meses

Valor de mil reais mensais é destinado para as famílias que perderam as casas onde moravam nas enchentes de 2023

Por

Atualizado segunda-feira,
01 de Abril de 2024 às 20:25

Lajeado propõe ampliar aluguel social para até 18 meses
Foto: arquivo A Hora
Lajeado

O governo de Lajeado encaminhou à câmara projeto que aumenta para até 18 meses o tempo do aluguel social. O auxílio de R$ 1 mil é destinado às famílias desabrigadas na enchente de setembro.

A medida ocorre próxima do término do período dos seis meses estabelecido no texto aprovado em setembro do ano passado. Além disso, não há data definida para o início da construção de moradias definitivas

Apesar de não integrar a Ordem do Dia para a sessão da terça-feira, 2, o a proposta deverá ser votada pelos vereadores com chances de avançar sem contrariedades em função do término dos contratos vigentes de locação. No Legislativo, integrantes da oposição já questionavam o governo sobre a continuidade do recurso.

“As pessoas nos param na rua com a incerteza sobre o prazo. A prefeitura tinha condições de apresentar este projeto há muito tempo. Espero que esse não seja o único esforço da prefeitura de Lajeado. As pessoas esperam ainda que os terrenos sejam separados e casas construídas”, enfatiza Carlos Eduardo Ranzi (MDB).

No texto aprovado em setembro de 2023, o valor destinado para subsidiar o aluguel social foi de R$ 1 milhão. O pagamento mensal de R$ 1 mil é feito direto ao locatário. O cadastro das famílias atendidas no programa é feito pela secretaria de Desenvolvimento Social.

Acompanhe
nossas
redes sociais