Agência americana auxilia região em protocolos contra enchentes

política e cidadania

Agência americana auxilia região em protocolos contra enchentes

Objetivo é alinhar resposta a desastres naturais. Capacitação reúne representantes do poder público e Defesa Civil. Encontro encerra nesta quarta-feira, no Parque Histórico

Por

Agência americana auxilia região em protocolos contra enchentes
Curso e elaboração de protocolos contra desastres naturais ocorre no Parque Histórico, em Lajeado. (Foto: Bianca Mallmann)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Qualificar profissionais e alinhar procedimentos, ações e protocolos de resposta em casos de desastres naturais. Estes são os objetivos do treinamento que ocorre nesta semana em Lajeado. A qualificação é promovida pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID, sigla em inglês).

“Vamos desenvolver protocolos para o município e a região trabalharem de forma coordenada, para que a comunidade tenha um atendimento mais adequado”, explica um dos responsáveis pela qualificação, o consultor de assistência técnica da USAID e tenente-coronel veterano do Corpo de Bombeiros Militar de Brasília, Paulo José Barbosa de Souza.

Ele também reforma que nesta etapa a proposta é ouvir dos agentes envolvidos as lições do trabalho durante as enchentes do ano passado. “A nossa metodologia de trabalho consiste em neste momento conversar com todos os envolvidos que trabalharam durante a enchente. Fazer um levantamento das lições aprendidas, mostrar a percepção do que foi feito de forma correta, as dificuldades e o que pode melhorar. A partir disso a gente consegue trabalhar com todos e criar protocolos para quando um desastre acontecer, o município já estar com todos os procedimentos alinhados”, explica.

Os protocolos são adaptados a cada realidade, de acordo com as peculiaridades dos locais. Depois de identificar os pontos em que o grupo pode agir, os protocolos serão definidos e validados na prática.

“Queremos ser mais eficientes, eficazes e proativos nas ações, sem ter o desgaste que tivemos no ano passado. E para isso vamos nos basear na expertise da agência”, diz o Secretaria da Segurança Pública, Paulo Locatelli.

Curso online

Outra etapa do processo de orientação da agência é um curso online oferecido para entidades da região. Cerca de 200 pessoas que integram entidades do município e atuam em parceria com a administração em situações de emergência foram capacitadas com os primeiros treinamentos do chamado “Sistema de Comando de Incidentes”.

Importância  do rádio

O representante da USAID destaca o papel fundamental do rádio e da imprensa durante os desastres naturais.

“Uma das certezas que temos durante um desastre é que a comunicação vai colapsar. Isso é fato. Inclusive a das agências de resposta, celulares, internet, rádio operacional. Tudo entra em colapso”, diz.

Nestes casos, uma das soluções pode ser a distribuição de rádios de pilha para a comunidade, aparelhos que não precisam de energia e com os quais as pessoas conseguem receber informação.

“E nesse processo teremos também a capacitação de quem trabalha em veículos de comunicação, sobre como produzir informação durante um desastre e como divulgar. Existe protocolo pra isso também. Como divulgar um alerta, como informar a comunidade sem gerar pânico, com quem buscar informação”, destaca.

Sobre a USAID

A United States Agency for International Development (sigla USAID) é um órgão do governo dos Estados Unidos que atua com esforços humanitários e de desenvolvimento internacional para salvar vidas, reduzir a pobreza, reforçar os governos democráticos e ajudar as pessoas a progredir para além da assistência. É encarregada de distribuir a maior parte da ajuda externa, seguindo as diretrizes do Departamento de Estado americano.

Acompanhe
nossas
redes sociais