Atlas arremata prédio da Paquetá em Teutônia

VALE DO TAQUARI

Atlas arremata prédio da Paquetá em Teutônia

Indústria de calçados prepara expansão das atividades. Estrutura foi comprada por R$ 6,3 milhões

Por

Atualizado quinta-feira,
21 de Março de 2024 às 07:45

Atlas arremata prédio da Paquetá em Teutônia
Foto: arquivo / A Hora

A empresa alemã Atlas, com unidades em Lajeado e Bom Retiro do Sul, arrematou a antiga estrutura da Paquetá. O prédio em Teutônia estava de posse do Bradesco e foi comprada em leilão por R$ 6,3 milhões. A área compreende os dois prédios com cerca de 10 mil m² cada, e o terreno com 44,9 mil m², localizados na rua Ralph Berty Olschowsky, no bairro Teutônia.

O local será usado para ampliar a capacidade produtiva da Atlas. Ainda não há detalhes sobre quando a produção será iniciada no local. De acordo com a Milan Leilões, o valor de avaliação do prédio, conforme a matrícula, chega a R$ 14,5 milhões.

A área estava de posse do Bradesco devido a um débito da Paquetá de cerca de R$ 18,7 milhões, com data de junho de 2019. A Paquetá se instalou em Teutônia em 1984 e iniciou as atividades no endereço que está em leilão no dia 20 de janeiro de 1986. O auge da indústria foi nos anos 1990, quando a parceria com a multinacional Adidas fez a fábrica empregar cerca de 1,9 mil pessoas.

Sobre a Atlas

A Atlas é um dos principais fabricantes de calçados de segurança na Europa. Desde a sua fundação em 1910, produz peças inovadoras e de alta qualidade. Na moderna unidade de produção em Dortmund, anualmente são produzidos e enviados para toda a Europa 2,6 milhões de pares de calçados de segurança. Por detrás disto, está uma equipe de mais de 1.450 colaboradores. No Brasil, são duas unidades, uma em Lajeado e outra em Bom Retiro do Sul.

Acompanhe
nossas
redes sociais