Ideia de diplomada e estudante desenvolvida em escola de Arroio do Meio viraliza nas redes sociais

EDUCAÇÃO BÁSICA

Ideia de diplomada e estudante desenvolvida em escola de Arroio do Meio viraliza nas redes sociais

Material tem mais de 4,5 milhões de visualizações no Instagram

Por

Atualizado quarta-feira,
28 de Fevereiro de 2024 às 12:32

Ideia de diplomada e estudante desenvolvida em escola de Arroio do Meio viraliza nas redes sociais
Foto: Divulgação
Arroio do Meio

O vídeo da Escola Comunitária de Educação Infantil (ECEI) São Paulo, em Arroio do Meio, recentemente viralizou nas redes sociais. A peça mostra funcionárias passeando com um carrinho com crianças, como parte de um projeto de adaptação escolar voltado à Educação Infantil.

O projeto, idealizado pelas educadoras arroio-meenses Daiane Caroline Baron e Rosicler Kunzler, tem como objetivo tornar a experiência escolar mais agradável e integrada para as crianças. Daiane é graduada em Pedagogia pela Universidade do Vale do Taquari – Univates e Rosicler é, atualmente, estudante do mesmo curso.

A partir de passeios externos proporcionados com o carrinho, os pequenos exploram novos espaços, desenvolvem seus sentidos e se divertem ao ar livre. O vídeo gravado, que retrata o momento de um dos passeios, viralizou, alcançando quase 4,5 milhões de visualizações e outras 160 mil curtidas no Instagram. Assim, trouxe reconhecimento ao trabalho das educadoras e à estrutura física oferecida pelo município de Arroio do Meio. O carrinho que aparece no vídeo foi feito por uma avó de um dos pequenos que frequenta a escola ECEI São Paulo.

Daiane conta que a ideia surgiu no momento do planejamento escolar, realizado logo no início de 2024, e foi apoiada pela direção da escola, na figura da professora Mariana Silva. “Como educadoras, desenvolvemos este projeto com base em nossas próprias experiências de infância, quando exploramos o ambiente natural ao nosso redor. Reconhecemos o valor dessas experiências em nossas vidas e desejamos proporcionar o mesmo para as crianças que temos a oportunidade de educar”.

O projeto pretende contribuir com o trabalho de estimulação, explorando principalmente os cinco sentidos: tato, visão, paladar, olfato e audição. Segundo a educadora, os pais demonstram estar satisfeitos com os passeios realizados pela turma. “A comunidade em geral costuma elogiar quando o carrinho passa e quando vê as postagens feitas pela instituição”, diz ela.

A ideia das educadoras pode ser replicada de outras formas, utilizando outras ferramentas além do carrinho. “Muitas vezes as próprias educadoras conseguem produzir carrinhos parecidos com os materiais disponíveis na escola, como por exemplo fazer uma centopeia com retalhos de tecidos para os maiores, trenzinho com cestas de frutas para os menores ou mesmo carrinhos de supermercado”.

Criatividade pedagógica e inovação em práticas a partir de contextos cotidianos fazem parte do conteúdo que é apresentado pela Univates nos cursos de licenciatura, que forma um profissional apto a atuar na docência da Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Curso Normal, na gestão escolar e em atividades educacionais em espaços não escolares.

Foto: Divulgação

Acompanhe
nossas
redes sociais