Qualificações e imersões no exterior

PROGRAMA | NEGÓCIOS EM PAUTA

Qualificações e imersões no exterior

Viagens para fora do país abrem novos horizontes para o empresário e seus negócios

Por

Qualificações e imersões no exterior
Diretora de Vendas e Marketing da BIMachine, Ana Paula Thesing, CEO da Andrea Feine, Andrea Feine e a CEO da Bebidas Fruki, Aline Eggers Bagatine juntamente com o apresentador, Thiago Maurique. (Foto: Maira Schneider).
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Empresários e executivos estratégicos de empresas de qualquer tamanho não podem mais se preocupar apenas com as operações cotidianas do negócio e precisam buscar sempre mais conhecimento. Por isso tem se voltado para qualificações, participação em eventos, imersões ou grupos de discussões setoriais que ajudam a compreender e enfrentar os desafios corporativos.

Em um mundo globalizado, as incursões ao exterior se tornam fundamentais. Seja na participação em feiras e congressos, visitas às empresas e instituições, intercâmbios e cursos, as viagens para fora do país abrem novos horizontes para o empresário e seus negócios.

No Vale do Taquari, um número crescente de pessoas percebeu essa realidade e isso já ecoa nas entidades de classe. Em 2022 a Associação comercial e industrial de Lajeado promoveu missão para os Emirados Árabes e neste ano, em parceria com a Free Viagens e Turismo, uma missão no Vale do Silício, região apontada como o berço da inovação, com uma programação que inclui visitas técnicas, palestras e atividades com executivos e profissionais que atuam na região.

Para falar sobre toda a riqueza que representa esse tipo de viagem, o programa Negócios em Pauta conversa com a CEO da Andrea Feine, Andrea Feine, a CEO da Bebidas Fruki, Aline Eggers Bagatine e a Diretora de Vendas e Marketing da BIMachine, Ana Paula Thesing e falam sobre as experiências vividas em janeiro deste ano quando estiveram no exterior.

“Uma oportunidade de estudar e buscar novas qualificações. O programa de imersão internacional é uma forma de ensino que coloca o profissional em contato direto com o tema que está sendo abordado. A ideia é que ele realmente viva, de forma prática, o assunto apresentado. “Isso permite que ele desenvolva novas habilidades, obtenha mais conhecimento, troque experiências, tudo isso em um curto espaço de tempo”.

A duração do programa é suficiente para que o profissional aprenda todos os pontos necessários para mudar a sua carreira.

Ouça a entrevista na íntegra

 

Acompanhe
nossas
redes sociais