Márcia Scherer assume a Secretaria de Saúde de Estrela

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Márcia Scherer assume a Secretaria de Saúde de Estrela

Por

Atualizado quinta-feira,
08 de Fevereiro de 2024 às 07:54

Estrela

O prefeito Elmar Schneider (MDB) finaliza os trâmites para anunciar uma novidade no alto escalão do governo estrelense. Mas já está tudo muito bem encaminhado. A partir do dia 1º de março Márcia Scherer (MDB) deixa a subsecretária de Direitos Humanos, Inclusão, Igualdade e Fraternidade do Governo do Estado e retorna à cidade onde possui residência para assumir a Secretaria de Saúde em Estrela.

Duas vezes candidata a prefeita de Lajeado, e com intensa atuação social em entidades e clubes de serviços voluntários, ela deixa o primeiro escalão de Eduardo Leite (PSDB) para assumir um novo desafio em sua cidade natal. Ela também foi vereadora, delegada de polícia, e já assumiu inclusive uma cadeira no congresso nacional durante o mês de janeiro de 2023. Sobre a posição de suplente de deputada federal, vale lembrar que ela conquistou 3,3 mil votos em Estrela no pleito geral de 2018.

Márcia assume no lugar de Regiane Mollmann, que havia assumido de forma interina após a exoneração de Celso Kaplan (PP) – o popular “Lelo” –, em setembro de 2023. A posse dela é o início de uma reestruturação do governo de Schneider, já visando as eleições de outubro. Como muitos já sabem, o calendário eleitoral exige a exoneração, até o próximo dia seis de abril, de todos os secretários municipais que pretendem concorrer a vereador nas eleições municipais de outubro.

Foto: arquivo pessoal

Em Estrela, ao menos quatro personagens do alto escalão do governo de Elmar Schneider (MDB) devem sair nas próximas semanas: Felipe Diehl (PL), da Fazenda; Osmar Müller (MDB), de Obras; Daniel da Silva (MDB), de Desenvolvimento; e Avalício Wille (MDB), da Agricultura. E os anúncios dos respectivos substitutos iniciam na segunda semana de março.

Dois “secretários” de saúde

Lajeado é uma cidade privilegiada. Afinal, o município possui dois secretários da Saúde. Além do titular, Cláudio Klein, o governo conta com o suporte e apoio do ex-secretário de saúde de Estrela e ex-prefeito de Imigrante, Celso Kaplan (PP), o popular “Lelo”. Aliás, a nomeação de Lelo agradou a “gregos e troianos” em diferentes setores da política municipal.

 Vavá assume a roçada

Um dos vereadores mais ativos da oposição na câmara de Lajeado, Vavá (MDB) cansou de esperar pela roçada de alguns terrenos e áreas públicas e resolveu colocar a mão na massa. Há quem diga que se trata de um ato eleitoreiro, populista. Mas há quem compreenda o simbolismo e a nobreza do ato realizado na rua João Goulart, no bairro Campestre. Afinal, é difícil não concordar com o clamor do parlamentar. E as imagens falam por si. “Estou cansado de pedir e cobrar. Fui à luta.” Em tempo, é compreensível a dificuldade de manter em dia as roçadas durante o verão. Mas é compromisso da administração municipal. Complicado ou não, é preciso atender a população.

Situação alinhada

Prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo (PP) recebeu nesta semana a visita dos vereadores da base aliada. Além dos seis parlamentares do Partido Progressistas (PP), também participou do encontro a vereadora e ex-presidente do Legislativo lajeadense, Paula Thomas (PSDB). Todos devem caminhar juntos na campanha eleitoral de outubro. E tudo indica que a vice-prefeita, Gláucia Schumacher (PP), que também participou do nobre encontro nas dependências da Casa de Cultura – e cujo propósito inicial era a entrega do relatório do parlamento sobre o estacionamento rotativo –, vai puxar a frente do grupo na busca pela sucessão na principal prefeitura do Vale do Taquari.

TIRO CURTO

• Vereador e pré-candidato a prefeito de Lajeado, Carlos Ranzi (MDB) ainda não definiu o companheiro para compor a chapa na majoritária. Há quem aposte no vereador e empresário Márcio Dal Cin, que vai trocar o PSDB pelo MDB. E há quem aposte no empresário Marcos Mallmann, presidente do Clube Esportivo Lajeadense, e cogitado para assinar com o Podemos.
• Atingida pelas enchentes de 2023, a pracinha localizada na Rua Emílio Conrad, quase esquina com a rua José Matias Dresch, em Lajeado, precisa de reformas. E iluminação.
• Em Encantado, o vereador Joel Bottoni (PSDB) foi eleito segundo secretário da Mesa Diretora. Ele venceu o colega Valdecir Gonzatti (MDB) por seis votos a quatro. A eleição ocorreu em função da saída de Cris Costa (PSDB), que assumiu a Secretaria de Turismo da cidade. Sobre isso, aliás, muitos apostam no retorno de Costa ao plenário a partir do dia seis de abril.
• Apenas os vereadores Claudiomir de Souza (União Brasil) e Hélio Brandão não participaram da sessão plenária extraordinária de terça-feira da câmara de Teutônia. E tampouco indicaram suplentes. Entre os projetos aprovados na sessão, a autorização para transferência do Departamento da Causa Animal da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente para a Secretaria da Saúde.

Acompanhe
nossas
redes sociais