Lajeado inicia retirada de entulhos da enchente

APÓS CHEIA

Lajeado inicia retirada de entulhos da enchente

Mais de dez mil toneladas de resíduos serão encaminhadas ao Aterro Sanitário de Minas do Leão

Por

Lajeado inicia retirada de entulhos da enchente
Foto: Bianca Mallmann
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Começou em Lajeado na manhã desta quinta-feira, 1º, o recolhimento e destinação dos resíduos gerados nas enchentes de setembro e novembro de 2023. Conforme cronograma, serão recolhidas dez mil toneladas de materiais no município. Cerca de 30 caminhões trabalham na atividade e a execução do trabalho deve durar duas semanas.

A responsabilidade da coleta foi assumida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura. A execução fica a cargo da Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos (CRVR), responsável pela operação do aterro de Minas do Leão, local para onde os entulhos serão levados.

O secretário do Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade de Lajeado, Luís Benoitt, explica que o município armazenou os resíduos de forma provisória em uma área do aterro sanitário do próprio município, separado do lixo comum.

A estimativa é que em Lajeado foram recolhidas entre 15 e 18 mil toneladas de resíduos durante as duas enchentes. Como esta etapa do projeto inclui a destinação de dez mil toneladas, uma outra alternativa terá que ser analisada para o volume restante. Uma das possibilidades é renovar a parceria com o governo estadual.

Foto: Bianca Mallmann

Um total de 123 mil toneladas na região

A parceria entre Governo do Estado e os municípios é possível após a destinação de recurso pelo Governo Federal. A Defesa Civil Nacional fez o repasse de R$26 milhões para o recolhimento de entulhos na região. O montante é capaz de custear o recolhimento de cerca de 123 mil toneladas.

Nove prefeituras manifestaram interesse em receber ajuda para destinação dos entulhos: Muçum, Encantado, Colinas, Arroio do Meio, Roca Sales, Estrela, Cruzeiro do Sul, Lajeado e Santa Tereza. O recolhimento começou no fim do mês de novembro e é feito de forma escalonada, por município, levando em consideração os impactos ambientais, os riscos à saúde pública e questões logísticas, conforme avaliação dos técnicos da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Toneladas de resíduos por município

  • Muçum: 11.520
  • Encantado: 7.920
  • Colinas: 2.700
  • Arroio do Meio: 36.132
  • Roca Sales: 28.800
  • Estrela: 14.850
  • Cruzeiro do Sul: 4.320
  • Lajeado: 10.275
  • Santa Tereza: 7.264

Acompanhe
nossas
redes sociais