Jarbas da Rosa debate demora no atendimento durante visita à RGE

APÓS TEMPORAL

Jarbas da Rosa debate demora no atendimento durante visita à RGE

Após uma semana do ocorrido e diante das dificuldades de comunicação, a Amvat deliberou por acionar o Ministério Público solicitando a abertura de um inquérito civil para investigar e acompanhar o trabalho da concessionária

Por

Jarbas da Rosa debate demora no atendimento durante visita à RGE
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Representando a Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), o prefeito de Venâncio Aires, Jarbas da Rosa, e o prefeito de Bom Retiro do Sul, Edmilson Busatto, presidente e vice-presidente, respectivamente, estiveram em reunião na tarde desta terça-feira, 23, no Centro de Operações Integradas da RGE, em São Leopoldo.

Com relatos que não param de chegar de clientes ainda sem energia elétrica sete dias após os temporais que acarretaram danos em diversos municípios do RS, os dois buscavam informações sobre o atraso no restabelecimento dos serviços que afeta a vida de muitas famílias e empresas.

Após uma semana das intempéries e diante das dificuldades de comunicação, a Amvat deliberou por acionar o Ministério Público solicitando a abertura de um inquérito civil para investigar e acompanhar o trabalho da RGE na região, com o objetivo de que sejam prestadas informações sobre o plano de contingência da concessionária para o Vale do Taquari, a troca de postes, cronograma de investimentos, entre outras ações.

Durante visita a sede da empresa, no entanto, os diretores Cristiano Pires, Fábio Calvo e Robson Cougo prepararam uma apresentação especial sobre os investimentos dos últimos anos nos municípios do Vale e destacaram o cumprimento das metas exigidas pela Aneel. Destacaram o grande número de equipes em atendimento durante o que foi considerado o maior evento clímático já registrado pela empresa na história do RS. Apesar disso, reconheceram falha na comunicação aos prefeitos e à comunidade.

O prefeito Jarbas da Rosa apontou que nunca foi vontade tensionar a relação com a RGE, mas buscar informações claras e trabalhar em conjunto no plano de investimentos e prevenção de novas catástrofes. “A natureza tem nos dado recados. E toda vez que uma intempérie acontece, é na porta do prefeito que a população bate. A empresa não tem tido uma comunicação clara e, por isso, estamos aqui. Para entender e melhorar”, destacou. Jarbas da Rosa também convidou a direção da empresa para participar da próxima reunião da Associação de Prefeitos, no mês de março.

“Infelizmente nossa região foi, mais uma vez, muito afetada e estamos atuando em conjunto entre os municípios para atender aos anseios de muitas famílias que ainda aguardam o retorno da energia para retomarem suas vidas e seus negócios. Compreendemos as dificuldades e aguardamos o pronto reestabelecimento do serviço o quanto antes”, acrescentou o prefeito Edmilson Busatto.

Nesta quinta-feira, 25, Busatto representa o presidente Jarbas da Rosa em agenda no Ministério Público Estadual para tratar de explicações da RGE. O encontro foi buscado pela Associação de Vereadores do Vale do Taquari (Avat).

Acompanhe
nossas
redes sociais