MP de Lajeado ajuíza ação contra a RGE após audiência sem solução

Pressão regional

MP de Lajeado ajuíza ação contra a RGE após audiência sem solução

Promotor pede que a Justiça conceda liminar para que concessionária seja obrigada a restabelecer a energia elétrica nos pontos ainda sem luz

Por

MP de Lajeado ajuíza ação contra a RGE após audiência sem solução
Crédito: Divulgação/MP
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Dois dias após mediar uma audiência no Ministério Público com moradores e representantes das concessionárias, o promotor de Justiça de Lajeado, João Pedro Togni, decidiu ajuizar uma ação civil pública contra a RGE.

Conforme Togni, a audiência de sexta-feira, 19, não resultou em avanços, pois a concessionária não garantiu a solução do problema do desabastecimento de energia nos municípios da comarca, nem se comprometeu a uma melhoria no fluxo de informação com a população.

“Ainda assim, se esperava uma melhora no abastecimento de energia, o que não ocorreu, tanto que alguns municípios seguem desabastecidos, como é o caso de Cruzeiro do Sul. Por isso, ajuizamos a ação, já distribuída ao Poder Judiciário”, comenta.

A ação busca liminar que obrigue a concessionária a restabelecer a energia elétrica em um prazo de 24 horas nos pontos ainda sem luz. “Esperamos que esse problema seja resolvido em breve, pois entendemos que a energia elétrica é um direito fundamental da população, que está sendo violada.

Acompanhe
nossas
redes sociais