Um viaduto para (re) conectar bairros

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Um viaduto para (re) conectar bairros

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A informação noticiada em primeira mão pela Rádio A Hora nessa quarta-feira é alentadora aos moradores dos bairros Alto do Parque, São Cristóvão, Universitário e Carneiros, em Lajeado. O governo municipal projeta uma nova interconexão sobre a BR-386, interligando a Rua Silvestre Jacob Ely – nas proximidades do Parque do Imigrante e da Av. Alberto Müller – com as vias próximas ao Clube Tiro e Caça e à empresa Fruki, no bairro Hidráulica. Será uma passagem paralela à estrutura já existente na ligação das ruas 17 de Dezembro e Nossa Senhora do Caravaggio, criando um sistema binário de trânsito – transforma vias paralelas e próximas, de mão dupla, em vias de sentido único – naquele ponto.

O empreendimento ainda depende de autorização da concessionária CCR Viasul, a responsável pela rodovia federal, e será 100% custeado pelo Executivo lajeadense, dentro de um orçamento próximo aos R$ 10 milhões. É uma obra aguardada pela comunidade para melhorar e muito a fluidez no tráfego e a qualidade de vida dos motoristas.

Procon/RS avalia materiais escolares

Uma pesquisa do Departamento do Consumidor (Procon RS) sobre os preços de material escolar no comércio do Estado constatou que diferença entre os menores e os maiores valores é superior a 1.500%. Para a realização da análise foi utilizado o aplicativo Menor Preço (Nota Fiscal Gaúcha), e foi desenvolvido com base nos valores de sete cidades gaúchas: Alegrete, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Passo Fundo, Porto Alegre, Passo Fundo, Rio Grande e Santa Maria.

Associações e conciliações

Indicado de forma extraoficial como futuro presidente da Câmara de Indústria e Comércio do Vale do Taquari (CIC/VT), o empresário do setor logístico Adelar Steffler não assumirá a presidência da entidade. A razão expõe uma dificuldade compartilhada por outras associações regionais. Steffler é voluntário e tem outros desafios privados e associativistas, assim como o atual mandatário, Ivandro Rosa, que finaliza intensos dois mandatos à frente do grupo de voluntários. E essa também é uma dificuldade já apresentada pelo mais novo cotado à presidência da CIC/VT, Alex Herold (foto), que depende de uma complexa conciliação com funções desempenhadas junto à Univates. Não é fácil conciliar trabalho e voluntariado. Não por menos, outras entidades buscam executivos remunerados para auxiliar e executar as deliberações e sugestões expostas pelos voluntários.

Mudanças na CCR Viasul

A CCR Viasul anuncia mudanças no quadro de servidores que atuam no Rio Grande do Sul. Gerente de Comunicação da concessionária, Simone Suzzin (foto) deixou o cargo e, por ora, o setor de comunicação passa a ser gerenciado pela equipe da CCR em São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, Simone deixou a função para atuar em outros projetos pessoais.

Um mês de free flow no RS

O governo estadual divulgou detalhes do primeiro mês de funcionamento do free flow na ERS-122, entre Flores da Cunha e Antônio Prado. E o resultado foi considerado “satisfatório”. Mais de 187 mil veículos passaram pelo local e a taxa de inadimplência é de aproximadamente 12%, segundo dados da concessionária Caminhos da Serra Gaúcha (CSG). Ainda de acordo com a empresa, 46% dos motoristas utilizaram tag (adesivo no para-brisas) para o pagamento e, entre os que optaram pelo pagamento por meio do aplicativo CSG FreeFlow ou pelo site da concessionária, 38% quitaram via Pix e 10% inseriram créditos antecipados. Apenas 3% pagaram com cartão de crédito e 2,66% usaram os totens disponíveis nas bases de atendimento para o pagamento. E um dado interessante: a maioria dos motoristas (57%) efetuou o pagamento no dia da passagem pelo pórtico.

Mais um alerta ao Vale

O forte temporal de terça-feira precisa servir como um novo alerta para alguns gestores e agentes do Vale do Taquari. Mesmo com todos os alertas emitidos pelo Estado – com direito a vídeo do governador Eduardo Leite (PSDB) – e outras entidades, muitos setores dos poderes públicos – municipais e regionais –, especialmente, falharam no momento de alertar suas respectivas comunidades acerca dos riscos. Há bons exemplos na região, é bom que se diga. Mas no geral a impressão é de pouco aprendizado pós-tragédias de 2023. Por sorte não houve vítimas.

TIRO CURTO

  • Pré-candidato à reeleição em Travesseiro, o prefeito Gilmar Southier (MDB) ainda não escolheu o candidato a vice-prefeito. O atual, Tiago Weizenmann (PP), não pretende concorrer, e os vereadores mais cotados do partido do gestor podem sofrer rejeições dentro do próprio grupo. Nos bastidores, especula-se que Southier busca um perfil adequado para ser o sucessor em 2029.
  • Aliás, os vereadores e pré-candidatos a prefeito Carlos Ranzi (MDB) e Sérgio Kniphoff (PT) ainda não sentaram para conversar sobre o pleito de outubro em Lajeado?
  • O Serviço Notarial e Registral da Comarca de Estrela reabriu nessa terça-feira, com retomada dos prazos. O atendimento ocorre na Rua Fernando Abott, nº 270, salas 2, 3 e 4, no centro da cidade.
  • Também em Estrela, o governo municipal nomeou Carlos Alessandro Menezes Bremm para exercer o Cargo em Comissão (CC7) de Diretor do Gabinete do Prefeito. Popularmente chamado de “Sandro Bremm”, ele é suplente de vereador do MDB, conquistou 341 votos em 2020, e deverá concorrer outra vez em outubro.
  • Ainda em Estrela, o anúncio da construção de quatro novas escolas por parte do governo municipal colocou “água no chopp” de muitos opositores. Entre articulistas, há quem cite a novidade como um “xeque mate” do atual prefeito em pleno ano eleitoral.
  • Tem muito cargo comissionado no aguardo – e na estratégia – pela definição dos candidatos a vereador nas principais cidades do Vale do Taquari. Eles estão de olho nas futuras vagas de secretários (as).

Acompanhe
nossas
redes sociais