“As mulheres querem cada vez mais conquistar novos espaços”

ENTREVISTA | O VALE EM PAUTA

“As mulheres querem cada vez mais conquistar novos espaços”

Presidente do Fórum da Mulher Empresária de Lajeado, Fernanda Ost ressalta a importância da troca de informações e o crescimento em conjunto

Por

“As mulheres querem cada vez mais conquistar novos espaços”
Foto: Pedro Rodrigues

O Fórum da Mulher Empresária (FME) é vinculado à Associação Comercial e Industrial de Lajeado (ACIL), inicou suas atividades em maio de 2018 e, neste ano, completa seis anos de existência.

Para as novas coordenadoras do fórum, Fernanda Ost, presidente; Simei Ulrich Lehnen, vice-presidente; Aline Giovanella, diretora de relacionamento e Alexandra Cristina da Silva, diretora financeira, convidadas pelo programa o Vale em Pauta desta sexta-feira, 12, os desafios são diversos.

Conforme Fernanda, o ano de 2023 foi de organização e olhar interno voltado para o fórum que visa apoiar, se desenvolver e, consequentemente, desenvolver as empresas, os negócios, as pessoas e equipes ao redor, além de reunir e unir toda a região do vale do Taquari.

Elas destacam, também, a importância de sinalizar o protagonismo feminino. “O que percebemos é que as mulheres da nossa região estão querendo cada vez mais conquistar novos espaços”, ressalta Fernanda. O apoio das mulheres é fundamental na troca de informações e o crescimento em conjunto. Ao todo, 35 mulheres são ligadas ao Fórum da Mulher Empresária da Lajeado.

Durante encontros realizados no ano passado, o grupo decidiu abrir espaço para executivas de empresas, antes somente empresárias, MEIs e, hoje, empresas associadas também indiquem mulheres que são referência dentro dessas empresas, para participarem, se associarem à Acil e, assim, aumentar o grupo e trocar mais experiências.

Para 2024, algumas mudanças devem ocorrer, conforme as coordenadoras. Os cafés vão permanecer e novas ações devem fazer parte dos trabalhos do grupo como, por exemplo, visitar empresas que ainda não fazem parte do FME, fazer novas parcerias e trazer mais mulheres para fazerem parte do projeto. Entradas de novas integrantes vão acontecer trimestralmente.

Acompanhe a entrevista na íntegra

 

Acompanhe
nossas
redes sociais