Projetos do Fundopem somam R$ 277 milhões em um ano

ECONOMIA E NEGÓCIOS

Projetos do Fundopem somam R$ 277 milhões em um ano

Incentivo fiscal concedido pelo governo do Estado beneficia de 18 empresas da região

Por

Projetos do Fundopem somam R$ 277 milhões em um ano
Maior investimento com benefício da região, projeto da nova fábrica da Fruki, em Paverama, totaliza R$ 162 milhões
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O Fundo Operação Empresa do Estado do Rio Grande do Sul (Fundopem) beneficiou 18 empresas do Vale do Taquari em 2023. Somados, os projetos aprovados na região superam os R$ 277 milhões em investimentos, cerca de 10% do total no Estado.

O Vale do Taquari foi destaque na apresentação dos resultados do Fundopem de 2023, realizado em dezembro. De acordo com o Diretor do Fundo, Gustavo Rech, Lajeado e Encantado estão entre os cinco municípios com mais empresas beneficiadas e 42% do total de projetos estão divididos entre a região e a Serra.

Diretor da Girando Sol, uma das empresas beneficiadas com o incentivo, Gilmar Bourscheid ressalta que o Fundopem não libera recursos financeiros para as empresas, mas realiza apoio por meio do financiamento parcial do ICMS. “Na parceria realizada entre o governo do Estado e a Girando Sol, há uma série de condições para a concessão do benefício, como a geração de emprego e a regularidade com obrigações fiscais e crescimento sustentável.”

Conforme Bourscheid, a Girando Sol usufrui do incentivo desde 2020, e a expectativa é continuar utilizando no futuro para ampliar a produtividade, o número de empregos e criar novas linhas de produtos. “Para nós é um caminho importante para o desenvolvimento da empresa. Nos dá coragem para expandir os negócios.”

Diretor da Plastrela Embalagens Flexíveis, Oscar Hunemeier lembra que o incentivo fiscal e financeiro concedido pelo governo por meio do Fundopem, nada mais é do que o financiamento de parte do ICMS incremental, que se tem a pagar a partir da concessão de um investimento previamente aprovado. “É um acordo entre o governo e a empresa.”

Segundo ele, o processo de concessão envolve um grande trâmite burocrático e o incentivo acaba sendo pouco relevante no fator global do investimento. “Não podemos dizer que é fundamental para o negócio, mas é uma pequena ajuda para incentivar as empresas a investirem. Em um mercado competitivo como o das embalagens plásticas, toda ajuda bem-vinda.”

Operacionalizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do RS, o benefício contemplou 104 projetos em todo o RS, que somam R$ 2,8 bilhões em investimentos – maior valor acumulado na série histórica iniciada em 2011. Para 2024, 62 novos projetos de empresas estão em análise para concessão do benefício.

Arranjo Produtivo Local

Criado em junho de 2022 para qualificar a cadeia produtiva regional, o Arranjo Produtivo Local (APL) Alimentos e Bebidas Vale do Taquari apoia as empresas participantes na busca pelo benefício do Fundopem. Uma das empresas que conquistou o incentivo foi a Kananda, fabricante de salgadinhos com sede em Arroio do Meio.

Diretora da empresa, Roseli Graeff afirma o ano passado foi um divisor de águas para a Q10 devido a adesão ao APL e a apresentação ao Fundopem. “A partir disso fizemos algumas mudanças na empresa, passamos do regime tributário Simples para o Lucro Real o que gerou mudanças na gestão e nos possibilitou investir no aumento da produção.”

Arranjo Produtivo Local (APL) Alimentos e Bebidas Vale do Taquari apoia as empresas participantes na busca pelo benefício do Fundopem

Segundo ela, as mudanças proporcionaram melhorias na qualidade dos produtos, ampliação na produtividade e o investimento em energias renováveis por meio de sistema solar fotovoltaico. “Essas foram algumas das contribuições do Fundopem. Queremos aderir cada vez mais a esse programa para fazer novos investimentos tendo o aporte do benefício fiscal.”

Os critérios de enquadramento do Fundopem provem vantagem para as empresas que integram os Arranjos Produtivos Locais ativos no Estado. Exclusivo para o setor industrial, o incentivo fiscal promove o abatimento sobre o ICMS incremental (devido de acordo com ampliação do número de produtos vendidos a partir do projeto). Os valores podem ser aplicados em obras, montagem e instalação de linhas de produção, além da aquisição de equipamentos, móveis, utensílios e ferramentas.

Projetos aprovados em 2023

  • Bebidas Fruki – R$ 162 milhões
    Instalação da fábrica em Paverama
  • Girando Sol (Arroio do Meio) – R$ 24 milhões
    Expansão e aquisição de equipamentos
  • Plastrela (Estrela) R$ 24 milhões
    Ampliação em 10% da capacidade produtiva, modernização e automação das linhas de produção
  • Divine Chocolates (Encantado) – R$ 20,4 milhões
    Modernização e expansão industrial
  • Fundição Venâncio Aires (Venâncio Aires) – R$ 11 milhões
    Ampliação e modernização da planta industrial
  • Gota Limpa (Imigrante) – R$ 10 milhões
    Ampliação do prédio industrial e área administrativa
  • Metanox (Estrela) – R$ 6,5 milhões
    Ampliação da capacidade produtiva de 600 para 763 unidades por ano
  • Quisvi Industria Química (Roca Sales) – R$ 5,4 milhões
    Realocação da planta industrial
  • Laticínios Dom Miro (Doutor Ricardo) – R$ 3,83 milhões
    Ampliação da planta fabril
  • Agraz Refrigeração (Refrigeração) – R$ 3 milhões
    Expansão e modernização da empresa
  • Lorenzon Plásticos (Encantado)– R$ 2,9 milhões
    Ampliação e modernização da indústria
  • Ecovale Industria Plástica (Estrela) – R$ 2,9 milhões
    Ampliação da capacidade produtiva
  • Forla (Lajeado) – R$ 2,8 milhões
    Ampliação da capacidade produtiva
  • Cooperativa Agroindustrial Paraíso – Coapar (Dois Lajeados) – R$ 2,58 milhões
    Implantação de uma agroindustria para moagem de uva e processamento de sucos
  • Kananda – Q10 (Arroio do Meio) – R$ 1,9 Milhões
    Ampliação em 100% da capacidade produtiva anual
  • STW Automação (Lajeado) – R$ 1,58 milhão
    Expansão Industrial
  • Sorvebom (Lajeado) – R$ 1 milhão
    Ampliação de 30% na capacidade de produção e armazenamento
  • Refeisucos (Lajeado) – R$ 1 milhão
    Expansão de 30% da capacidade produtiva
  • SGM Indústria de Cosméticos (Encantado) – R$ 992 mil
    Ampliação e modernização da linha de produção

Acompanhe
nossas
redes sociais