Pediatra alerta à importância da rotina nas férias

NOSSOS FILHOS

Pediatra alerta à importância da rotina nas férias

Manter hábitos saudáveis é essencial para os pequenos. Além disso, o período é propício para brincadeiras ao ar livre e maior conexão entre a família

Por

Pediatra alerta à importância da rotina nas férias
Lauren Mallmann participou do programa Nossos Filhos em 28 de dezembro
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

É nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro que as crianças aproveitam as férias escolares. A última edição do Nossos Filhos de 2023 falou dos cuidados com os pequenos durante o período. O programa, transmitido no dia 28 de dezembro na Rádio A Hora 102.9, conversou com a médica pediatra Lauren Mallmann e com o dermatologista Sandro Gularte Duarte.

Conforme Lauren, as crianças precisam de rotina, mesmo nas férias. “É importante que os pais ou cuidadores tenham um controle sobre os hábitos dos pequenos. Não é preciso acordar tão cedo quanto na época de escola, mas é bom ter um horário determinado para acordar, para fazer os lanches e os almoços”, destaca.

De acordo com a pediatra, isso é importante para a criança manter a disciplina o ano todo. Outro ponto destacado são as brincadeiras ao ar livre. Segundo a doutora, as férias de verão são o momento ideal para as crianças brincarem livremente, em especial, fora de casa.

“Nas férias, elas conseguem solidificar os aprendizados que tiveram o ano inteiro. A criança aprende brincando, por isso a importância das brincadeiras ao livre e lúdicas”, frisa. Conforme Lauren, o legal é pegar os conhecimentos aprendidos ao longo do ano escolar e retomar de uma forma lúdica, como brincadeiras de matemática, por exemplo.

Outra recomendação é que, durante as férias, a criança tenha contato com amigos, primos e vizinhos. Isso é fundamental para desenvolver o lado social. “A gente percebe que os jovens têm perdido o contato social porque ficam muito restritos dentro de casa. O bom é brincar e trocar com outras crianças, e assim aprender a lidar com eventuais frustrações”, destaca a médica.

Além disso, para a pediatra, as férias são o momento ideal para estreitar os laços entre a família “Ao longo do ano, a criança fica grande parte do tempo na escola, então, nesse período, os pais precisam priorizar a qualidade do tempo que passam com os filhos. Coisas simples, como um passeio no parque ou um piquenique ao ar livre, fazem toda a diferença”.

O ideal é, na medida do possível, os pais aproveitarem o recesso para fazer atividades diferentes com os pequenos, em especial, para fugir das telas de celulares, televisores e computadores. Esse é o momento indicado, por exemplo, para ensinar os filhos a andar de bicicleta.

Para os pais que não têm disponibilidade de cuidar das crianças durante todo o período, é essencial ter uma conversa franca com os cuidadores. “As regras e a rotina da família precisam valer igual. É importante que o ambiente, com diferentes cuidadores, ainda assim siga uma certa ordem que a criança já esteja acostumada. Isso precisa ser conversado. Porque a criança precisa se sentir acolhida”.

Outro ponto que deve ser discutido é a hidratação, em especial, no verão. “As crianças desidratam muito rápido. Elas não sabem que devem tomar água, então precisam ser ensinadas, os pais precisam insistir”.

Cuidados com o sol

O verão também traz outros riscos aos pequenos. O dermatologista Sandro Gularte Duarte alerta para a necessidade do protetor solar nos mais novos, principalmente porque a radiação é cumulativa ao longo dos anos.

O indicado, conforme Duarte, são os filtros solares especiais para crianças.

“Geralmente, são mais espessos e esbranquiçados. Justo pelo fato de não serem completamente absorvidos pela pele, também evitam o surgimento de alergias”, explica.

O ideal, conforme o dermatologista, é passar o protetor 15 minutos antes de ir à praia ou à piscina, para garantir a proteção. “Nas crianças, é bom retocar o filtro solar a cada duas horas, porque elas suam bastante”.

Outra opção são as camisetas com proteção UV, já que muitas crianças não têm paciência para protetores em creme ou spray. Além disso, a entrada e saída constante da água, na piscina ou na praia, também comprometem a proteção.

Atividades

  • Para os mais novos: jogos de peças de encaixar e de montar, com cores e formas variadas;
  • Para os mais velhos: aprender a andar de bicicleta, jogos ao ar livre, passeios em parques. Videogame e tempo de tela, mas com limite de tempo.

Dicas para as férias

  • Planejar atividades e criar uma rotina para as crianças, com horários para acordar e fazer as refeições;
  • Priorizar atividades ao ar livre e brincadeiras lúdicas, de preferência na companhia de outras crianças;
  • Manter hábitos alimentares saudáveis e constante hidratação.

Proteção contra o sol

  • Optar por camisetas de filtro UV, além de chapéus e guarda-sóis na praia;
  • Investir em protetor solar específico para crianças e reaplicar a cada duas horas;
  • Priorizar atividades em horários no início da manhã e no fim da tarde.

 

Acompanhe
nossas
redes sociais