Uma experiência do outro lado do Brasil

Craques do Vale

Uma experiência do outro lado do Brasil

Renan Metz disputará Campeonato Paraense com o Tuna Luso

Por

Uma experiência do outro lado do Brasil
Volante oriundo de Forquetinha terá sua primeira experiência na região Norte do Brasil - foto: divulgação
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Renan Metz, volante oriundo de Forquetinha, desembarcou no Pará para integrar o elenco do Tuna Luso com grandes expectativas e objetivos claros para a temporada.

O jogador destaca que o que levou para o Pará foi a possibilidade de aparecer em novos cenários no futebol nacional e jogar em uma equipe tradicional no Brasil. A equipe centenária é a terceira maior campeã estadual com dez títulos, atrás apenas de Paysandu e Remo. “Eles tem um time com uma estrutura boa, com uma tradição,” explicou Metz ao abordar sua escolha de se juntar ao clube paraense.

O volante admitiu que, antes de chegar ao Pará, seu conhecimento sobre o futebol local se limitava aos principais clubes, Remo e Paysandu. “A gente tem objetivos bem claros, que primeiramente é conquistar a vaga na Série D, Copa do Brasil, consequentemente a buscar o título, então as minhas expectativas são as melhores possíveis,” afirmou o volante.

Metz, que já passou por clubes como Barcelona de Ilheus, Anápolis e Inter de Santa Maria, destacou as principais diferenças e desafios enfrentados no Pará em comparação aos estados anteriores. Ele mencionou o calor intenso e as condições dos gramados como fatores que podem afetar a adaptação, mas ressaltou a determinação em superar esses obstáculos.

Ao refletir sobre sua temporada de 2023, Metz destacou sua passagem por diferentes clubes e avaliou a experiência como positiva, embora acredite que poderiam ter ido mais longe em algumas competições. Ele considera o ano como uma temporada de aprendizado, especialmente por ter participado pela primeira vez de uma Série D do Campeonato Brasileiro.

“Esse ano é o primeiro ano que eu venho pra cá sem estar emprestado com nenhum time, sem nenhum vínculo. Meu único vínculo é com o Tuna Luso e não tenho nada definido para depois do estadual”, revelou Metz, indicando que está focado no desafio atual e aberto para futuras oportunidades no cenário futebolístico.

O jogador de 24 anos é cria das categorias de base do Juventude e tem passagens por clubes como Dourados FC, Lajeadense, Anápolis, Barcelona de Ilhéus, Inter SM e Anápolis, onde disputou a Série D do Brasileiro deste ano.

Acompanhe
nossas
redes sociais