“Adquirir um imóvel é um dos maiores investimentos feitos na vida de uma pessoa”

O Meu Negócio

“Adquirir um imóvel é um dos maiores investimentos feitos na vida de uma pessoa”

Proprietário da Imobiliária Nova Era, Adiel Krabbe, relembra trajetória profissional até a consolidação da empresa. Com 15 anos de negócio, percebe o poder de crescimento de Estrela e comenta sobre potenciais empreendimentos do município

Por

“Adquirir um imóvel é um dos maiores investimentos feitos na vida de uma pessoa”
Empreendedor ressalta a importância de fidelizar o cliente e afirma que, quem hoje aluga, vai ser quem no futuro compra ou recomenda para outros. (Foto: Deivid Tirp)
Estrela

“Nunca me faltou carinho, amor e, principalmente, confiança e apoio da minha família”. Do incentivo dos responsáveis à fundação de uma imobiliária reconhecida no município de Estrela, Adiel Krabbe trilhou seu caminho no mercado profissional.

Proprietário da Imobiliária Nova Era foi o convidado desta segunda-feira, 18, de “O Meu Negócio”, programa multiplataforma do Grupo A Hora. Natural de Westfália, relembrou do primeiro emprego, aos 13 anos, em um bar do município. Também comentou sobre o período na Paquetá Calçados e na Polar, seguido dos anos de serviço em outras imobiliárias antes de abrir o próprio empreendimento.

Krabbe afirma que, desde novo, sempre quis ter independência financeira, por isso o contato com trabalho cedo. Junto do espírito curioso e aberto a desafios, viu crescer o tino empreendedor. Comenta, ainda, que, ao longo da caminhada, percebeu a importância da organização dos processos para o desenvolvimento pleno do negócio.

Formado em Administração e em Gestão Imobiliária pela Universidade do Vale do Taquari (Univates), além de licenciado pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci), abriu a própria imobiliária, a Nova Era, em agosto de 2008. Detalha que, no começo da empresa, era responsável desde a recepção até o processo de vendas e resolução de contratos.

Hoje, com 15 anos de atuação, além da equipe especializada nos setores administrativo, financeiro e de marketing, conta com auxílio da esposa na gerência. “Com o passar do tempo, a imobiliária cresceu e passei a precisar de alguém, além de mim, que assumisse as decisões como proprietário. Como ela já havia trabalhado por um tempo aqui, assim que a chamei, ela aceitou.”

Dica de livro

Quem mexeu no meu queijo?

Spencer Johnson criou uma história sobre quatro personagens – dois ratos e dois humanos do mesmo tamanho dos roedores que vivem em um labirinto, numa eterna procura por queijo. O queijo é uma metáfora daquilo que se deseja na vida. O labirinto é o local onde as pessoas procuram pelos desejos. No livro, os personagens se deparam com mudanças inesperadas.

 

 

 

 

 

Entrevista
Adiel Krabbe • Proprietário da Imobiliária Nova Era

“Confiança é a palavra chave no meio imobiliário”

Rogério Wink: O que te levou ao ramo imobiliário?

Adiel Krabbe: Fiquei na Polar até 2002, quando comecei em uma imobiliária. Nunca imaginei ir para a área, mas a oportunidade surgiu e eu, que sempre gostei de me desafiar, aceitei. Na época, era um negócio pequeno, de três pessoas, e precisavam de um vendedor. Assim que entrei, me apaixonei pela área. Antes de abrir meu próprio empreendimento, passei por outra imobiliária e uma loja de informática própria que acabou não dando certo. Resolvi abrir a imobiliária em uma conversa com meu pai, assim surgiu a Nova Era.

Wink: De onde vieram os clientes?

Krabbe: Sempre prezei pela ética. Poderia ter ido atrás dos antigos clientes dos empregos prévios, mas não queria isso, meu desejo era ser conhecido pela trajetória na minha imobiliária. O primeiro ano foi difícil, os seis meses iniciais foram de poucas vendas. Quase cogitei fechar ainda em 2008, mas meu pai insistiu para que tentasse mais um pouco. A virada de chave foi quando um antigo cliente me procurou e, quando fechamos o negócio e recebi a comissão, percebi que o negócio poderia seguir. Depois disso, a coisa começou a andar.

Wink: Como é o mercado hoje?

Krabbe: O mercado residencial ainda é o nosso carro chefe. Há pessoas de fora de Estrela que buscam imóveis e, também, da própria cidade que buscam mudar de terreno. Nas vendas e locações, trabalho desde opções mais simples até a sala comercial mais cara, não nivelamos os clientes. Tanto que, agora, após as cheias, estamos fazendo muitas locações pelo Aluguel Social, o que me deixa feliz por poder ajudar as pessoas. Nesse processo, é importante fidelizar o cliente, aquele que compra, pode voltar ou indicar para alguém, e quem aluga, no futuro vai ser quem compra.

Wink: Nesse meio, qual a relação com as construtoras?

Krabbe: As parcerias são fundamentais. Trabalhamos em conjunto com várias construtoras e loteadoras de Lajeado e Estrela. Quando elas fazem o lançamento de um novo projeto, somos convidados para conhecê-lo e, então, conseguimos entender o cliente ideal para oferecer. Por muito tempo, o corretor era visto como alguém que invadia o empreendimento, hoje já se percebe que ele está ali para facilitar a conexão.

Wink: Qual a posição de Estrela na área?

Krabbe: É um município com grande potencial. Após as cheias, muitas pessoas começaram a buscar por imóveis em outros locais, consequentemente, a cidade começa a ampliar seus negócios. E Estrela tem um grande espaço para crescer, como a BR-386 e, também, a região de Santa Rita que, a longo prazo, vai passar a ser a entrada da cidade, não mais os fundos.

 

Acompanhe
nossas
redes sociais