Festa Natalina de Relvado ocorre neste sábado

ENTREVISTA | O VALE EM PAUTA

Festa Natalina de Relvado ocorre neste sábado

Programação será na rua coberta e inicia a partir da 16h com brinquedos para as crianças. Abertura oficial a partir da 20h com apresentação do grupo Tchê Cambicho, chegada do Papai Noel e Banda Portal da Serra

Por

Relvado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O município de Relvado se prepara para a tradicional Festa de Natal que ocorre neste sábado, 16, com programação a partir das 16h para as crianças. Brinquedos infláveis espalhados pela praça e rua coberta.

À noite, às 20h, abertura oficial das festividades com apresentação do grupo gauchesco do município, Tchê Cambicho, além de outras atrações, chegada do Papai Noel e o encerramento fica por conta da Banda Portal da Serra.

Prejuízos enchente

O Prefeito de Relvado, Carlos Luiz Fraporti e vice-prefeito, Adalberto Dalla Vecchia participaram de uma entrevista na Rádio A Hora desta sexta-feira e falaram sobre os prejuízos que resultaram a última enxurrada danificando estradas e pontes, além de bueiros entupidos e alguns quebrados.

Maiores danos foram causados nas comunidades do interior. “Inicialmente, a prioridade foi em recuperar os acessos das propriedades e localidades com produção de aves e suínos e, em seguida, as demais”, diz vice-prefeito.

Apesar de prejuízos ainda não calculados, Fraporti estima que os valores possam ultrapassar os R$ 2 milhões. “Só de pontes, a recuperação de ultrapassar R$ 1 milhão. Se analisarmos o que já foi gasto com material para recuperar estradas e bueiros, máquinas e combustíveis passa dos R$ 500 mil e deve ultrapassar R$ 1 milhão”, conta.

Com orçamento do município em 2023 em R$ 21 milhões, apesar de valor significante em prejuízos que podem chegar aos R$ 2,5 milhões, o prefeito garante que esse montante pode fazer falta para a execução de outras obras programadas para o município. “Esse valor será destinado para reparos e não novas obras, o que torna o valor expressivo. Provavelmente, vamos ter que adiar alguma obra ou cortar gastos”, comenta.

Para 2024, a previsão, segundo o gestor, é de orçamento na faixa dos R$ 24 milhões. “A maior fonte de renda vem da agricultura. Economia gira em torno dos 85%. Nosso maior retorno de ICMS é na agricultura”, descreve.

Assista a entrevista na íntegra 

Acompanhe
nossas
redes sociais