O que esperar de 2024?

Opinião

Fernando Röhsig

Fernando Röhsig

Consultor empresarial

O que esperar de 2024?

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Nesta época do ano, além de prever como será o término de 2023, é hora de preparar a empresa para o que pode ocorrer ao longo de 2024. Quais parâmetros devemos usar neste momento de planejamento?

Abaixo os indicadores com os índices previstos e realizados de 2022, as previsões e revisões até o final de 2023 e o previsto para dezembro de 2024. É comum haver erros nestas previsões, por isso a sugestão é acompanhar semanalmente a publicação:

Nestas análises comparativas horizontais, pode-se verificar a queda da inflação medida pelo IPCA ao longo de três exercícios e a queda na taxa de juros indicada pela taxa Selic – lembrando que esses dados levam em conta o momento da sua projeção.

Seguem no radar os eventos geopolíticos e macroeconômicos, como a inflação e as taxas de juros praticadas pelos bancos centrais nos mercados norte-americano e europeu, as guerras entre Ucrânia e Rússia e Israel e Hamas, a real situação da economia da China e o monitoramento constante do preço do barril do petróleo, que afeta fortemente os preços da energia e dos alimentos. No Mercosul, a posse de Milei na Argentina muda o cenário político para a direita em termos de América Latina. No cenário doméstico, teremos que vigiar as ações do Governo Federal e do Congresso Nacional relativas ao ajuste fiscal e à reforma tributária (alíquotas de ICMS inclusive). Regionalmente o clima continua surpreendendo negativamente com enchentes históricas e dentro de um ano teremos eleições municipais, o que deverá movimentar o cenário político.

O grande ponto de atenção para 2024 será saber por onde se dará o crescimento do PIB, projetado em +1,5%, fato determinante para o sucesso econômico e, principalmente, para o nível de arrecadação em municípios, estados e União. Nos últimos anos, os economistas erraram muito as projeções do PIB, tanto no exercício de 2022 como no de 2023. A grande pergunta é se as projeções atuais de crescimento do PIB para 2024 se realizarão.

Estas previsões podem ser usadas como uma referência mas, como sempre reforço, não se pode apenas “esperar” por 2024. Não há como esperar por algo que não controlamos. O mais importante é seguir uma estratégia e monitorar constantemente as variáveis, adaptando e flexibilizando o que é possível controlar para capturar mais valor e atender as partes interessadas. O principal benefício de tentar antecipar o futuro é estar sempre preparado para mais de um cenário – seja ele bom ou ruim.

Frase: “Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem”, Peter Ferdinand Drucker, escritor, professor e consultor.

Acompanhe
nossas
redes sociais