Grupos de Encantado chegam à final do Enart

cultura

Grupos de Encantado chegam à final do Enart

Integrantes do CTG Giuseppe Garibaldi e do GAN Anita Garibaldi se apresentam em Santa Cruz do Sul no final de semana

Por

Grupos de Encantado chegam à final do Enart
GAN Anita Garibaldi faz homenagem a Pedro Raymundo
Encantado

As duas principais entidades do município estão classificadas para a fase final do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (Enart 2023). O CTG Giuseppe Garibaldi e o Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi competem na Força A das Danças Tradicionais, além de terem representantes nas modalidades individuais (veja lista em destaque). Considerado o maior festival amador da América Latina, o Enart inicia nesta sexta-feira, 24, no Parque da Oktoberfest, em Santa Cruz do Sul.

O Anita já se apresenta hoje, por volta das 21h, após a abertura oficial. A invernada formada por 29 bailarinos é a segunda a dançar no palco principal. O tema faz homenagem a Pedro Raymundo, o gaúcho alegre do rádio. Catarinense de nascimento, ficou conhecido por sempre se apresentar pilchado. Ele é autor de uma das composições mais conhecidas da música do Rio Grande do Sul, ‘Adeus, Mariana!’, que neste ano completa 80 anos de sua gravação. “Pedro Raymundo foi o precursor do gau- chismo no Brasil e também abriu os caminhos para a música regional brasileira, firmando o modo de tocar, se portar e se vestir. Se hoje temos orgulho em ver nossos ídolos se apresentarem pilchados como nós, grande parte disso se deve a Pedro Raymundo”, comenta o instrutor Daniel Dal Molin.

Às 15h do sábado é a vez do Giuseppe. O grupo conta com 30 dançarinos e o tema escolhido contará a história dos escritores Érico Veríssimo e José Hernandez, a partir dos personagens capitão Rodrigo, da obra ‘O Tempo e o Vento’, e Martin Fierro, do livro ‘El Gaúcho Martin Fierro’.

Conforme a patroa Adriane Zanotelli, a expectativa é positiva, após meses de preparação. “Pisar no tablado do Enart, o palco dos sonhos como é chamado, é estar realizando o sonho destes dançarinos que trabalham, estudam, abrem mão de estar com suas famílias, dos fi nais de semana de descanso, superam muitas dificuldades, principalmente, o cansaço físico e mental, para no final de tudo isso, juntos, mostrarmos esse trabalho que ficou maravilhoso”, salienta a patroa Adriane Zanotelli.

Mazzarino volta a declamar

Ramon Mazzarino, 49, representa o Giuseppe na Declamação. Experiente nessa modalidade, ele estava há cerca de 20 anos afastado dos festivais e foi provocado pelos colegas a retornar. Após superar as fases regional e inter, Mazzarino preparou três poemas para o Enart. Um deles será sorteado para a primeira apresentação no sábado. São eles O Combate do Rio Negro, Carta ao Filho Ausente e Caravoltas. “Essa semana foi puxada, aulas todas as noites com o instrumental, que terá violino e violão. Vamos ver o que vai dar lá no Enart”, comenta Mazzarino.

Aventino tenta mais um troféu

Figura conhecida no Enart, Aventino Rosa, 72, está pronto para representar o Anita. Ele compete nas modalidades de gaita de boca, trova e violão pelo Anita. No ano passado, o artista conquistou o título com sua gaitinha. Em 20 anos de participação em concursos culturais, Aventino acumula mais de 173 troféus.

Invernada do Giuseppe leva ao palco heróis da literatura gaúcha. (FOTOS: DIVULGAÇÃO)

Acompanhe
nossas
redes sociais