Taquari sofre segunda enchente em 2023 e registra maior nível em 80 anos

ENCHENTE NO VALE

Taquari sofre segunda enchente em 2023 e registra maior nível em 80 anos

Água alcançou 12,95m na madrugada de segunda-feira, 20, superando a cheia de setembro

Por

Taquari sofre segunda enchente em 2023 e registra maior nível em 80 anos
Divulgação/Prefeitura de Taquari
Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A maior cheia do Rio Taquari foi em 1941, que, conforme fotografias da época, atingiu quase o telhado de uma residência construída em 1939, na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Praia. Na enchente do ultimo final de semana, a água voltou a atingir parte do primeiro piso dessa casa, distante cerca de 500 metros do Arroio Tingueté que deságua no rio.

O Taquari chegou a 12,95m às 4 horas da madrugada de segunda-feira, 20, cerca de 10 metros acima do nível normal. Na cheia de setembro de 2023, o pico foi de 12,22m. O prefeito André Brito decretou Estado de Calamidade Pública no município, atingido pelos eventos climáticos de Chuvas Intensas, na segunda-feira.

Moradores dos bairros Praia, Passo da Aldeia, Tinguité e Olaria, e das localidades de Rincão, Beira dos Rio e Porto Grande voltaram a ser atingidos. A água invadiu, inclusive, uma parte da sede da Associação de Moradores do Bairro Caieira, onde estavam abrigadas algumas vítimas. Moradores da parte baixa da Rua Eduardo Porto, no Olaria, foram, pela primeira vez, atingidos pela cheia do Rio Taquari nos 44 anos que residem no local.

Até o meio-dia desta terça-feira, 21, eram cerca de 105 pessoas fora das residências e contabilizados 184 munícipes atingidos pela enchente. A secretaria da Assistência Social segue fazendo levantamento dos atingidos.

Ação

Logo após as primeiras notícias de possibilidade de enchente, a Defesa Civil do município começou a avisar as famílias sobre o risco e ainda na manhã do sábado, 18, os primeiros moradores do bairro Praia, começaram a ser removidos.

Divulgação/Prefeitura de Taquari

O prefeito emitiu um alerta na tarde do sábado para a possibilidade de uma grande cheia. “As informações que temos recebido não são boas. O nível do rio deverá subir muito mais, muito semelhante à enchente de 5 de setembro” alertou, fazendo um chamado imediato para os moradores das áreas atingidas pela cheia de setembro. “É um apelo que nós estamos fazendo para que não soframos como na última cheia”, afirmou.

Na manhã do domingo, o serviço de resgate contava com o apoio de voluntários, de membros do grupo Naútica, do Corpo de Bombeiros, servidores das secretarias municipais de Obras e departamentos de Limpeza Urbana e de Trânsito e Defesa Civil.

Doação

A administração municipal arrecada doações de água, alimentos e produtos de limpeza e higiene. Os donativos devem ser entregues na sede do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), das 7h às 19h. Mais informações pelo telefone (51) 99652‑0601. Doações também podem ser feitas pela chave PIX da Prefeitura CNPJ  88.067.780/0001-38.

Acompanhe
nossas
redes sociais