Moradores pedem iluminação em rotatórias na RSC-453

LAJEADO

Moradores pedem iluminação em rotatórias na RSC-453

Obras nos quilômetros 27 e 29, no bairro Floresta, estão em estágio avançado. Contudo, ausência de postes de energia preocupam a comunidade

Por

Atualizado segunda-feira,
20 de Novembro de 2023 às 08:38

Moradores pedem iluminação em rotatórias na RSC-453
Rotatória junto ao acesso do Floresta está quase pronta, mas já é utilizada. (Foto: Mateus Souza)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Consideradas essenciais para melhorar o fluxo e aumentar a segurança em um dos trechos mais movimentados da RSC-453, as rotatórias dos quilômetros 27 e 29 estão em estágio avançado de construção. No entanto, a falta de iluminação nos dois dispositivos gera preocupação da Associação de Moradores do Bairro Floresta, que pede a melhoria da sinalização.

A entidade teve acesso ao projeto técnico das duas rotatórias e constatou a ausência de postes de luz, o que torna a travessia perigosa durante a noite. O comerciante Jaime Borger, presidente da associação, procurou município de Lajeado e a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), responsável pela obra, em busca de uma solução.

“Questionei o engenheiro responsável a respeito da iluminação, e ele me disse que não está prevista. Então, de novo, vamos ter que lutar, se não ficaremos às escuras. Demoramos tanto para conquistar essas rotatórias e espero não que não demore também para que se consiga a iluminação”, salienta Borger.

Ele revela também ter procurado o vereador e engenheiro do setor de projetos do município, Isidoro Fornari (PP), que admitiu ser responsabilidade do Executivo. No entanto, não prometeu a instalação. “Esperamos que o poder público se empenhe e faça isso logo, pois daqui uns dias a primeira rotatória (do quilômetro 27) estará pronta e totalmente liberada para o tráfego”, pontua.

Borger também pede que seja colocada iluminação em toda a extensão do trecho do bairro Floresta até a ponte do Saraquá, já na ERS-130. Segundo ele, a rodovia é muito utilizada por trabalhadores que se deslocam de bicicleta até indústrias como a BRF.

Sinalização confusa

Outro problema apontado por Borger foi a sinalização na rotatória do quilômetro 29, no acesso a Indufrio. Segundo ele, o serviço feito pela empresa contratada induzia motoristas ao erro. Ele esteve na terça-feira no local e quase presenciou um acidente.

“Fizeram uma demarcação que confundiu motoristas, que não sabiam se seguiam pela linha tracejada que eles tinham pintado ou pela linha velha. Mas na quarta-feira passei novamente por ali e vi que a empresa responsável colocou cones, resolvendo o problema de certa forma”.

Outras duas rotatórias serão construídas pela EGR no trecho do Vale do Taquari da RSC-453. As interseções ficarão localizadas em Cruzeiro do Sul, nos quilômetros 23 – acesso secundário pela rua Frederico Germano Haenssgen – e 24,5 – no distrito industrial.

Acompanhe
nossas
redes sociais