Famílias de Muçum começam a receber vale-compras nesta terça

CHEIA DO TAQUARI

Famílias de Muçum começam a receber vale-compras nesta terça

Valores são de doações recebidas via Pix após enchente. Cada beneficiado terá direito a quatro cupons de R$ 250 cada, totalizando um benefício de R$ 1 mil

Por

Famílias de Muçum começam a receber vale-compras nesta terça
Créditos: Carlos e Débora Mello

A distribuição do Pix municipal para os atingidos pela enchente, em Muçum, chega a última etapa nesta semana. Netsa terça, 7, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), começa a distribuição às famílias. Este grupo acessará 65% dos R$ 1,3 milhões arrecadados, o que totaliza R$ 888,4 mil.

O benefício chegará às famílias através de vale-compras para compras no comércio local. Cada beneficiado terá direito a quatro cupons de R$ 250 cada, totalizando um benefício de R$ 1 mil.

Os cupons podem ser retirados a partir das 08h, na Prefeitura. Os beneficiados, conforme lista disponibilizada, devem apresentar documento de identificação.

Serão contempladas pessoas que não receberam auxílios de programas sociais, por não se encaixarem nos critérios estabelecidos. Em relação à renda familiar dos atingidos, decidiu-se por não haver limitações, já que cerca de 80% do território de Muçum foi gravemente atingido, independentemente de classe social. Ainda, serão abrangidos proprietários de residências/estabelecimentos, devidamente cadastrados, que receberão dois vale-compras de R$ 250 cada, totalizando R$ 500.

No primeiro grupo contemplado, que já acessou os valores, estiveram empresas/indústrias, que receberam o valor de R$ 3 mil. Além disso, neste, estiveram incluídos entidades, igrejas, condomínios e autônomos, além daqueles que não conseguiram se adequar aos auxílios do governo estadual e federal, recebendo o valor de R$ 1,5 mil. O total direcionado para este conjunto, foi de R$ 426 mil.

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) e autonômos, devidamente cadastrados no município, também já foram beneficiados. Eles receberam um valor de R$ 300, que funciona como um complemento ao já recebido através da campanha SOS Rio Grande do Sul, do Governo do Estado, e que é administrada pela Central Única das Favelas (Cufa). Esta leva, contempla também famílias, que já receberam auxílios do Governo Estadual e Federal. Estas foram beneficiadas com um vale-compras de R$ 300. O montante disposto para o pagamento destes, foi de R$ 68,7 mil.

Toda a distribuição é coordenada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Muçum, com supervisão de um conselho gestor – formado por representantes do próprio CDL, um advogado, dois empresários, um contador e um representante da Secretaria Municipal da Saúde – e da Secretaria de Assistência Social do município. Antes dos pagamentos, os cadastramentos foram conferidos pelo conselho gestor, com auxílio da Assistência Social do Município, a fim de identificar possíveis inconsistências.

Acompanhe
nossas
redes sociais