Torcedora acompanha vitória histórica em La Paz

Paixão pelo Colorado

Torcedora acompanha vitória histórica em La Paz

Moradora de Lajeado, Danielle Mallmann esteve presente no Estádio Hernando Siles e ajudou a apoiar o Internacional na primeira vitória na capital boliviana

Por

Torcedora acompanha vitória histórica em La Paz
Danielle Mallmann esteve no Estádio Hernando Siles, a 3,6 mil metros de altitude, e viu a vitória do Inter sobre o Bolívar na terça-feira (Foto: Arquivo Pessoal)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Em busca do tricampeonato da Copa Libertadores, o Internacional teve uma vitória histórica nessa terça-feira, 22. O Colorado venceu pela primeira vez na cidade de La Paz, capital da Bolívia em uma altitude de mais de 3,6 mil metros, e abriu vantagem sobre o Bolívar na busca pelas semifinais. Ao seu lado, contou com a presença de cerca de 100 apaixonados torcedores. Entre eles, a lajeadense Danielle Mallmann, que não cansa de acompanhar o clube.

“Chega até ser difícil de contar, decidi tudo na hora. Comprei a passagem, o ingresso e reservei hotel em questão de cinco dias antes do jogo. Acho que eu nunca teria viajado para a Bolívia sem ser pelo Inter e pelo futebol”, relata a torcedora.

A viagem se torna única não só pelo destino, mas também pelo resultado. A vitória colorada encaminhou a classificação e repercutiu no país e no continente pela superação e nível de entrega da equipe, que nunca tinha vencido na capital boliviana. “Eu tinha falado para a minha família que seria 1 a 0, mas não carregava muita confiança no palpite”, brinca.

Danielle valoriza muito o resultado, ainda mais depois de vivenciar os desafios de um cenário tão adverso. “Respirar em La Paz não é fácil, tanto que tive que dosar a euforia, não deu para cantar e pular da forma como sempre faço. Felizmente não tive muitos sintomas da altitude”, diz.

Fanática pelo Colorado, diz se sentir orgulhosa por ser uma das poucas pessoas que foi até a Bolívia apoiar o clube. “Recebi muitas mensagens de amigos e conhecidos, alguns me falaram que apareci no pré-jogo da Paramount+, estar no Estádio Hernando Siles realmente foi uma experiência para guardar na memória com muito carinho.”

A ida a La Paz é a maior loucura que já fez pelo Inter, mas não a primeira viagem. Em maio, por exemplo, Danielle esteve presente no Estádio Centenário, em Montevidéu, na partida contra o Nacional. “Cada viagem é única, mas La Paz se tornou um dos lugares mais fascinantes que já visitei.”

Agora, com a iminente classificação, já planeja as próximas viagens, com destino final ao Rio de Janeiro, no dia 4 de novembro, data da grande final.

Acompanhe
nossas
redes sociais